Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Janeiro de 2021

Sidrolândia

Operação conjunta resulta na prisão de líder de facção criminosa em Sidrolândia

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, na residência do suspeito de 31 anos foi localizada uma arma de fogo, munições, caixas de cigarro e R$ 11.139,00 em espécie.

Carlos Eduardo Rodrigues

24 de Novembro de 2020 - 11:21

Arma. munição e dinheiro em espécie foram apreendidos durante operação. Foto: Divulgação

Na tarde desta segunda-feira (23), policiais civis do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Sidrolândia com o apoio do Grupo de Operações e Investigações (GOI), efetuaram cumprimento de dois mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão, resultantes da investigação de um homicídio ocorrido no dia 11 de outubro de 2020, em uma reciclagem na Rua João Márcio, que vitimou Ivaldo Pereira Rocha Júnior.

Foram presos dois homens, de 31 e 33 anos, suspeitos de serem os executores do homicídio. Durante mais de um mês, a Polícia Civil realizou investigação, com diversas diligências, para elucidar o crime. Inicialmente, dois adolescentes procuraram a delegacia para confessar a autoria do crime, entretanto, a investigação demonstrou que eles estavam assumindo o crime para fins de dificultar a investigação por parte da polícia, bem como para afastar a responsabilidade dos verdadeiros autores, a mandado de facção criminosa atuante no estado.

Pela investigação ficou demonstrado que o homem de 31 anos foi o executor dos disparos, que matou a vítima, e que o outro, de 33 anos, foi o comparsa de toda a ação delituosa. Os dois, membros de facção criminosa. Diante dos elementos colhidos no inquérito, foi representada pela prisão preventiva dos envolvidos e por mandado de busca e apreensão.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, na residência do suspeito de 31 anos foi localizada uma arma de fogo, munições, caixas de cigarro e R$ 11.139,00 em espécie, oriunda de atividade ilícita, sendo realizada a prisão em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, bem como será instaurado inquérito para apuração de lavagem de dinheiro.