Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 26 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Pé de ingá é novo motivo de discórdia entre moradores da Comunidade Jatobá

Os que apoiam a derrubada relatam que o local serve apenas para que usuários de drogas e mendigos se instalem no local.

Redação/Região News

09 de Março de 2020 - 07:32

Pé de ingá é novo motivo de discórdia entre moradores da Comunidade Jatobá

O mais novo motivo de desentendimento da Comunidade Jatobá é um pé de ingá, que parte dos moradores quer que seja cortado e outro grupo que vive no local não aceita o corte. Os que apoiam a derrubada relatam que o local serve apenas para que usuários de drogas e mendigos se instalem no local, quem defende que a árvore se mantenha em pé, diz que as pessoas que se abrigam debaixo da árvore não incomodam e que elas próprias usam o local para fugir do calor e tomar tereré.

Depois que o local foi invadido, a antiga Estação Ferroviária de Sidrolândia, que hoje se chama Comunidade Jatobá, vem sofrendo com alternância no comando entre seus líderes, onde a acusação mutua de desvio de recursos e interesses pessoas estariam à frente dos interesses coletivos.

Aproximadamente 150 famílias que moram na antiga Estação Ferroviária de Sidrolândia que pertence à União ocuparam parte da área que tem 14 hectares em junho de 2018 e desde então, vêm travando uma batalha nos tribunais para terem o direito definitivo dos imóveis onde construíram suas casas.