Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Fevereiro de 2021

Sidrolândia

Plano de imunização prevê para Sidrolândia 3.554 doses de vacina contra Covid-19

Flávio Paes/Região News

17 de Janeiro de 2021 - 19:22

Plano de imunização prevê para Sidrolândia 3.554 doses de vacina contra Covid-19
Secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende e prefeita Vanda Camilo. Foto: Assessoria

Pelo plano estadual de imunização, divulgado no último sábado, na primeira etapa da vacinação contra Covid-19, Sidrolândia receberá 3.554 doses para atender idosos, trabalhadores da saúde e a população indígena da cidade, estimada em 2.845 habitantes, o que corresponde a 80% deste público alvo. A partir da chegada do lote de vacinas em Campo Grande, uma viatura do Corpo de Bombeiros trará o imunizante num roteiro que inclui também Nioaque (1.645 doses); Jardim (1.668); Guia Lopes (760) e Bela Vista (1.616 vacinas).  Como cada pessoa vacinada receberá duas doses num intervalo de 21 dias,  este primeiro lote de imunizantes vai atender 1.777 pessoas.

Esta estimativa foi calculada numa projeção que o Estado receberia 211.633 doses para cobrir a meta de vacinação deste público. A previsão é de que inicialmente o Estado receberá 45% deste local, 97 mil lotes, o que reduz a 1.599 doses, o lote reservado à Sidrolândia.

Neste domingo o governador Reinaldo Azambuja enviou o avião do Estado para São Paulo para buscar as doses da vacina destinadas a Mato Grosso do Sul. Na aeronave, que levantou voo por volta das 17h20, foram junto o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende e o adjunto da pasta Flávio Brito.

Em nota Reinaldo declarou que a aprovação emergencial das vacinas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é uma conquista importante tanto para a ciência quanto para os brasileiros.

“Entendo que não há nenhuma outra tarefa mais urgente do que esta: imunizar o mais rápido possível toda a população para a retomada da economia e, principalmente, para salvar vidas”, disse o governador.

Sobre o envio do avião do governo estadual, Reinaldo declarou que ato é para dar mais agilidade ao processo no Estado que já está organizado para o início da imunização.

“Já temos a logística construída para que a vacinação em nosso estado se inicie imediatamente após o recebimento das doses da vacina e distribuição aos 79 municípios, pois temos pressa em parar de perder vidas, reduzir os riscos de comprometimento grave do sistema de saúde e recuperar os empregos.”, finalizou Azambuja.

Vacina em MS - Mais cedo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende declarou que assim que chegarem no Estado as doses da vacina serão encaminhadas para os municípios.

“Mato Grosso do Sul está preparado para receber as doses da vacina enviadas pelo Ministério Público. A distribuição aos municípios deve ser feita em no máximo 48 horas contadas a partir do momento em que as doses tocarem o solo sul-mato-grossense", declarou Geraldo.

Na versão inicial do Plano Estadual de Vacinação, que ainda será divulgado, estão previstas três fases para aplicação das doses, sendo que só na primeira está prevista a imunização de ao menos 713.296 pessoas, mas pode chegar aos 890.623 se houver a inclusão de outros grupos prioritários não listados pelo Ministério da Saúde ainda.

Aprovação – Hoje a Anvisa aprovou o uso emergencial das vacinas AstraZeneca da Oxford e a CoronaVac do Instituto Butantan. Em São Paulo inclusive uma enfermeira da linha de frente no enfrentamento a doença foi a primeira a receber a dose do imunizante.

Plano de imunização prevê para Sidrolândia 3.554 doses de vacina contra Covid-19
A enfermeira Monica Calazans, de 54 anos, recebe uma dose da vacina Sinovac contra a Covid-19 no Hospital das Clínicas, em São Paulo, depois que a Anvisa aprovou seu uso emergencial neste domingo (17) — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Sobre a eficácia dos imunizantes, a vacina AstraZeneca fechou em 70% de eficácia geral e a CoronaVac em 50,38%. O que significa que se a pessoa receber a dose do imunizando de Oxford ele tem 30% de chance de desenvolver a doença apenas. E 49,62% no caso da vacina chinesa.