Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 16 de Abril de 2024

Sidrolândia

Polícia esclarece tentativa de homicídio contra suspeito de furtar fios em serralheria

O rapaz, dono de uma serralharia na Rua Leôncio de Souza Brito, foi colocado em liberdade após pagar fiança de R$ 1.200,00.

Redação/Região News

04 de Outubro de 2022 - 14:31

Polícia esclarece tentativa de homicídio contra suspeito de furtar fios em serralheria
Jackson Ramão Morales foi baleado dia 22 de setembro.

O microempresário A.S.R, que no último dia 24 de  agosto se apresentou à Polícia Civil e confessou ter sido o autor do disparo que atingiu de raspão Jackson Ramão Morales. Ele foi preso em flagrante na semana passada, dia 22 de setembro, por porte ilegal de arma após a Polícia ter encontrado na casa dele 35 munições. O rapaz, dono de uma serralharia na Rua Leôncio de Souza Brito, foi colocado em liberdade após pagar fiança de R$ 1.200,00.

No depoimento que deu à Polícia Civil dois dias depois após ter praticado a tentativa de homicídio, A.S.R, relatou ter reagido desta forma violenta porque encontrou Jackson, na esquina das ruas Leôncio de Souza Brito com a Rua do Mercado Bentão,  levando uma sacola cheia de fios de cobre que havia furtado no dia anterior, na 4ª vezes que furtou a fiação da serralheria .

O suspeito, que é usuário de drogas e reincidente nesta modalidade de furto, teria se dirigido ao microempresário em tom irônico e desafiador: “Me fala quando você vai por os fios lá de novo? Quero passar lá para pegar mais uma vez”, teria dito. Furioso, abriu porta luvas do carro e desferiu e atirou na direção de Jackson. Além do prejuízo com a fiação, despesa para religar a energia da Serralheira (R$ 1.700,00 por cada religação), teve um prejuízo de R$ 17.500,00 com o furto de ferramentas.

A.S.R se desfez da arma usada no atentado, jogando num córrego 10 km após a rotatória do Quebra Coco, quando em viagem para Dois Irmãos do Buriti percebeu a passagem de uma viatura da Polícia. No último dia 22 a Polícia Civil esteve na casa dele para cumprir mandado de apreensão. Ele acabou preso em flagrante por posse irregular de arma porque os policiais encontraram na residência 35 munições.