Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 7 de Julho de 2022

Sidrolândia

Policiais militares de Sidrolândia passam por teste de aptidão física no ‘Brizolão’

Os resultados são inseridos individualmente no banco de dados dos policiais e registrados no Boletim do Comando Geral.

Marco Tomé/Região News

20 de Maio de 2022 - 10:30

Policiais militares de Sidrolândia passam por teste de aptidão física no ‘Brizolão’
Policiais em teste de aptidão física. Foto: Marco Tomé/Região News

Cerca de 40 policiais lotadas na 8ª Companhia Independente da Polícia Militar de Sidrolândia, estão passando por um rigoroso teste de aptidão física (TAF) no complexo esportivo Leonel de Moura Brizola, o ‘Brizolão’. Ao menos duas vezes ao ano, os militares são submetidos a avaliação física.

Os resultados são inseridos individualmente no banco de dados dos policiais e registrados no Boletim do Comando Geral. Cada atividade é avaliada separadamente e serve de base legal para cursos de graduação dentro da instituição. Segundo o avaliador físico, major Thelson Takeshi Iseki Kumagai, os policiais são avaliados conforme idade.

São exigidos ao menos 12 minutos de corrida intensa ininterrupta, abdominal, flexão de braço e flexão com barras. Todo o processo é acompanhado de uma equipe avaliativa que registra o tempo de percurso, velocidade, condicionamento físico e condições cardiorrespiratórias.

Antes de passar pelo TAF, cada policial é submetido a exames médicos cardíacos. O primeiro grupo (20 policiais) vai passar boa parte da manhã de hoje em avaliação. O segundo grupo (policiais que hoje estão de serviço), passara pelo mesmo processo avaliativo na próxima semana.

Policiais militares de Sidrolândia passam por teste de aptidão física no ‘Brizolão’
Policiais em teste de aptidão física. Foto: Marco Tomé/Região News

Comando

Com os resultados, o Comando Geral da PM faz um diagnóstico da atual situação da tropa. Sabe que o sedentarismo e a obesidade são considerados problemas de saúde e a prática regular de atividade física é essencial para a melhoria da qualidade de vida e aumento da longevidade.

O boletim contendo as condições físicas de cada policial é publicado no Diário Oficial da Polícia Militar, além de servir como método balizador na avaliação do quadro geral da tropa em todo estado. “A Polícia Militar, devido às peculiaridades das atividades diárias de policiamento e defesa social, necessita que seus recursos humanos tenham um bom condicionamento físico para desempenhar suas missões constitucionais”, argumenta um policial a reportagem.

O exercício físico praticado regularmente, comprovadamente, traz benefícios físicos, psicossociais, profissionais, reduzindo o stress, os níveis de colesterol, pressão arterial e doenças crônicas (cardiocirculatórias, gastrointestinais, psicossomáticas, bem como a diminuição do absenteísmo ao trabalho.