Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 24 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Por 11 horas parte da população enfrenta apagão de água e energia elétrica

O fornecimento de energia foi interrompido em bairros da parte alta da cidade, como o Jardim do Sul, Jandaia e Cascatinha.

Flávio Paes/Região News

27 de Dezembro de 2019 - 13:15

Por 11 horas parte da população enfrenta apagão de água e energia elétrica

Parte da população de Sidrolândia enfrentou um apagão de energia elétrica que durou mais de 11 horas. O blecaute desencadeou na falta d'água na manhã desta sexta-feira em regiões da cidade como o São Bento, o bairro mais populoso da cidade. A luz só voltou por volta das 11h20.

O fornecimento de energia foi interrompido em bairros da parte alta da cidade, como o Jardim do Sul, Jandaia e Cascatinha desde as 22h30, quando caiu um temporal em Sidrolândia, chuva acompanhada de vento forte.

O apagão afetou justamente o centro de reservação construído no final da Rua Alagoas, justamente o que abastece o Bairro São Bento, que tem a maior concentração populacional da cidade, onde parte das casas, não tem caixa d'água. Resultado com a falta de energia, em poucas horas acabou toda a água "estocada" nos dois reservatórios (que juntos tem capacidade para 1,250 milhão) e com isto as torneiras "secaram". Junto ao centro de reservação há um poço com vazão média de 380 mil metros cúbicos, água suficiente para abastecer praticamente a cidade inteira.

Segundo a gerência local da Sanesul a partir das 11 horas, com a volta da energia, o abastecimento foi retomado, embora alguns moradores, por volta das 12h30, pelas redes sociais reclamavam da falta d'água. O gerente da estatal, Bernadino Lugo, diz que vai fazer gestões junto à direção da estatal para que sejam instalados geradores nos centros de reservação que garantam o bombeamento da água mesmo em caso de blecaute.