Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 28 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Prefeito mantém quarentena até dia 15 e desaconselha cultos e missas nas igrejas

O prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, reeditou o decreto de quarentena em vigor há uma semana, mantendo o prazo de vigência até 15 de abril.

Flávio Paes/Região News

31 de Março de 2020 - 11:58

Prefeito mantém quarentena até dia 15 e desaconselha cultos e missas nas igrejas

O prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, reeditou o decreto de quarentena em vigor há uma semana, mantendo o prazo de vigência até 15 de abril, mas incorporando as regras (adotadas desde ontem) que garantiram a reabertura do comércio, ainda que com recomendações de reforço na higienização e controle na entrada de clientes.

Nesta nova versão do decreto, que trouxe a manutenção do toque de recolher a partir das 20 horas por tempo indeterminado, ao invés de proibir cultos e missas, desaconselha estas manifestações religiosas que geram aglomeração de pessoas e sugere prioridade ao atendimento individual dos fiéis.

Na Capital, a prefeitura limitou a dois cultos ou missas diárias, com exigência de higienização, distanciamento de 1,5 metro e com uma pessoa a cada 10 metros quadrados. A Igreja Católica, optou por manter as celebrações apenas online. O decreto libera também a realização de feiras livres, com a proibição de consumo de bebida, lanches ou refeições no próprio local.

A mesma regra se aplica a padarias, lanchonetes e conveniências. Os restaurantes poderão servir refeições, desde que as mesas sejam dispostas de modo a manter a distância mínima de um metro e meio entre elas, sem prejuízo da disponibilização de álcool em gel 70% na entrada, dispor de anteparo salivar nos equipamentos do bufê e manter higienização perene das superfícies. Continua proibido o funcionamento de bares e os supermercados, não poderão abrir aos domingos.