Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Prefeitura comprou sacos mortuários por exigência da Anvisa, garante secretário

Anvisa fixou o protocolo de biossegurança para os sepultamentos neste período de pandemia.

Flávio Paes/Região News

05 de Julho de 2020 - 20:56

Prefeitura comprou sacos mortuários por exigência da Anvisa, garante secretário

Para cumprir uma exigência da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que fixou o protocolo de biossegurança para os sepultamentos neste período de pandemia, a Prefeitura de Sidrolândia teve de comprar 400 sacos mortuários, ao custo de R$ 6.900,00. A aquisição gerou polêmica nas redes sociais, surgindo especulações de que o prefeito estaria prevendo um cenário de tragédia sanitária, com centenas de mortes.

Segundo o secretário de Fazenda, Renato da Silva Santos, os sacos serão usados não só para eventuais pacientes de Covid-19, mas quem vier a morrer de doenças infectocontagiosas, além das vítimas de acidentes de trânsito.

A determinação da Anvisa é o uso de dois sacos por sepultamentos. Em média, por ano são registrados na cidade 250 falecimentos na cidade. "As empresas não vendem lotes menores", explica.