Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 21 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Procura por atendimento na Caixa aumenta 300%; agência distribui senha e faz triagem para diminuir fila

A alta demanda foi estimulada em decorrência do auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federal.

Marcos Tomé/Região News

24 de Abril de 2020 - 10:12

Procura por atendimento na Caixa aumenta 300%; agência distribui senha e faz triagem para diminuir fila

A agência da Caixa Econômica Federal de Sidrolândia, vem enfrentando superlotação e os números de atendimentos já passam de 200 diariamente. A alta demanda foi estimulada em decorrência do auxílio emergencial que garante as famílias de baixa renda, acessar os recursos do Governo Federal de R$ 1.800,00, divididos em três parcelas, como forma de amenizar os impactos econômicos da Covid-19.

Cintia Pires, gerente local da Caixa, explica ao Região News, que a demanda por atendimento na agência aumentou em 300%. “Em média atendíamos 50 clientes por dia na agência, este número saltou para 200. Nossa capacidade de atendimento para serviços internos já está no máximo”, comenta.

Ela conta que vem adotando serviços de pré-atendimento na fila para identificar pessoas do grupo de risco, tirar dúvidas e distribuir senhas (50 no total) para atendimentos prioritários de serviços preferencialmente que só são feitos internamente, como, por exemplo, saque sem cartão.

Além da alta demanda, que tem gerado filas quilométricas, a agência da Caixa em Sidrolândia trabalha com quadro reduzido de pessoal por conta do coronavírus. Ao menos dois funcionários, do grupo de risco, não estão trabalhando. “A equipe é formada por sete pessoas e hoje, estamos com dois desfalques”, explicou Cintia. Dois funcionárias terceirizados estão auxiliando no autoatendimento.

Longas filas e a aglomeração de pessoas, tem chamado atenção de quem passa pela Rua Lúcia de Souza Mello. “Todos os dias tenho visto essa fila gigantesca se formar logo nas primeiras horas do dia. Pessoas sem o uso da máscara e o que é pior, não estão respeitando o distanciamento para evitar a transmissão do vírus”, comentou um comerciante que não quis ter o nome revelado.

“Temos feito o que é possível fazer. Orientamos o uso de máscara, disponibilizamos o álcool em gel na agência e temos dito para as pessoas manter a distância de 1,5 metro uma da outra”, finalizou Cintia.

Caixa Econômica Federal ampliou o horário de funcionamento em duas horas em 1.102 agências em todo o Brasil. Em Mato Grosso do Sul esse atendimento estendido será encontrado em 37 agências bancárias divididas em 28 municípios.

A iniciativa é para que as unidades abrirão ao público de 8h às 14h, porém, apenas para o atendimento de serviços essenciais à população. Só em Campo Grande serão nove unidades cumprindo essa carga horária.

Essas unidades poderão realizar saques sem cartão e senha dos seguintes benefícios: Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); seguro-desemprego/defeso; Bolsa Família e outros benefícios sociais; pagamento de abono salarial e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); saque de conta-salário; e desbloqueio de cartão e senha de contas.