Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Setembro de 2021

Sidrolândia

Saúde faz mutirão nesta terça-feira da 1ª e 2ª dose da CoronaVac, Pfizer e Astrazeneca

Conforme o vacinômetro, até segunda-feira, 67,59% da população de Sidrolândia, já tomaram pelo menos uma dose.

Flávio Paes/Região News

03 de Agosto de 2021 - 07:10

Saúde faz mutirão nesta terça-feira da 1ª e 2ª dose da CoronaVac, Pfizer e Astrazeneca
Também está disponível a segunda dose de CoronaVac para os que receberam a 1ª dose até de 05 de julho. Foto: Agência Estadual de Notícias

A Secretaria Municipal de Saúde de Sidrolândia programa para esta terça-feira (03) um mutirão de vacinação contra Covid-19 na tenda ao lado da UPA, das 07h30 às 10h30 e das 13 às 16h30. Será oferecida vacinação para quem tem mais de 18 anos e a partir de 12 horas aos com comorbidades.

Também está disponível a segunda dose de CoronaVac para os que receberam a 1ª dose até de 05 de julho. A segunda dose da Pfizer de quem tomou até 07 de junho e a segunda dose da Astrazeneca, para aqueles que tomaram a primeira até dia 1º de maio.

Conforme o vacinômetro da Secretaria Estadual de Saúde, até segunda-feira (02) 67,59% da população de Sidrolândia com mais de 18 anos, que é o público vacinável (42.299 habitantes), já tomaram pelo menos uma dose (29.191 pessoas) e 36,40% (15.638 moradores) estão imunizados. Eles tomaram a segunda dose (12.790) ou a dose única da Janssen (2.848). Em relação ao total da população (59.245 habitantes), 49,02% (29.030 pessoas) tomaram pelo menos uma dose e 26,40% estão imunizados (15.638).

Na faixa etária entre 18 e 24 anos, 56% da população já recebeu pelo menos uma dose. A cobertura vacinal é de quase 50% (49,57%) se este grupo for ampliado para os com até 34 anos (13.869 habitantes). Foram aplicadas 6.869 doses neste segmento.  Na população acima de 60 anos, foram aplicadas 5.460 doses, 80% dos idosos, que são 6.779 em Sidrolândia.

Nos últimos 30 dias, 4.1940 pessoas tomaram a primeira dose. Junto com o avanço da vacinação tem caído de forma sustentável o número de novos casos de Covid-19. Junho fechou com 142 novos casos, o menor número de notificações desde janeiro. Em relação a julho, que teve 324 registros, queda de quase 57%. O cenário é bem diferente que o de maio (827 registros); abril (1.067); março (2.360); fevereiro (626) e janeiro (591 notificações).

Saúde faz mutirão nesta terça-feira da 1ª e 2ª dose da CoronaVac, Pfizer e Astrazeneca