Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Sidrolândia

Se recupera bem idoso de 79 anos submetido a cirurgia inédita do coração no Elmiria Silvério

Ilizário Pedroso de Souza, de 79 anos é o primeiro paciente submetido a um procedimento cirúrgico coronariano feito no Hospital Elmiria Silvério.

Marcos Tomé/Região News

04 de Maio de 2021 - 14:42

Se recupera bem idoso de 79 anos submetido a cirurgia inédita do coração no Elmiria Silvério
Cirurgia demorou pouco mais de 40 minutos e transcorreu sem nenhuma intervenção. Foto: Divulgação

Ilizário Pedroso de Souza, de 79 anos, cabo da reserva militar, é o primeiro paciente submetido a um procedimento cirúrgico coronariano feito no Hospital Dona Elmiria Silvério Barbosa. O morador do Bairro São Bento, fez uma bateria de exames pré-operatório para um implante de marca-passo no Hospital do Proncor, em Campo Grande, procedimento que acabou sendo feito em Sidrolândia na última sexta-feira (30.04).

Segundo o médico cardiologista, Sérgio Ocampos, a cirurgia demorou pouco mais de 40 minutos e transcorreu sem nenhuma intervenção. O implante do aparelho servirá para estimular o endocárdio, responsável pelo controlo do fluxo do sangue no interior do coração.

Este paciente sofria com pequenos desmaios em suas atividades diárias, isto porque, em decorrência do envelhecimento das células do coração passou a conviver com pequenas falhas (mais de 120 pausas cardíacas por dia), sendo que em cada ocorrência o coração deixava de bombear sangue por até 2,5 segundos”, explica.

Se recupera bem idoso de 79 anos submetido a cirurgia inédita do coração no Elmiria Silvério

O implante do marca-passo foi um sucesso e vai melhorar a qualidade de vida do paciente. “Este aparelho vai regularizar os batimentos cardíacos. Toda vez que a frequência cardíaca ficar abaixo de 70 batimentos por minuto (bpm), o aparelho emite pulsos elétricos para estimular o coração”, argumenta.

A cirurgia só foi possível porque o médico deslocou sua equipe de Campo Grande (anestesista e instrumentador). “O marca-passo é um dos procedimentos mais comuns na cardiologia. A anestesia foi local, procedimento transcorreu dentro do esperado e dei alta para seu Ilizário no mesmo dia”, conclui.

Se recupera bem idoso de 79 anos submetido a cirurgia inédita do coração no Elmiria Silvério
A cirurgia só foi possível porque dr. Sérgio Ocampos deslocou sua equipe de Campo Grande. Foto: Divulgação

Na avaliação do médico, Sidrolândia precisa estimular cirurgias mais complexas para que possa aos poucos criar certa independência da Capital. “A cidade tem uma dinâmica invejável economicamente. Está na hora de começarmos a pensar numa saúde de cidade de porte médio. Não é aceitável que a gente transfira pacientes que poderiam receber atendimentos aqui”, avalia.

A cirurgia inédita custou R$ 15 mil, valor pago a Sociedade Beneficente Dona Elmiria Silvério Barbosa. Seu Ilizário está em casa e se recupera bem. Pai de quatro filhos, tem 8 netos e 2 bisnetos.