Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolândia

Com venda direta ao consumidor, pequeno produtor fatura até R$ 3 mil por mês

No pico da pandemia quando por um período as feiras não funcionaram, a alternativa foi vender de porta a porta.

Redação/Região News

23 de Setembro de 2021 - 16:26

Com venda direta ao consumidor, pequeno produtor fatura até R$ 3 mil por mês
Feira do Triângulo no Bairro São Bento. Foto: Marcos Tomé/RN

Com duas feiras semanais (as quartas e sábados), os feirantes de Sidrolândia conseguem encurtar a distância do consumidor, ao vender aquilo que produzem sem a intermediação do atravessador. Com isto, chegam a faturar por mês, R$ 3 mil líquidos, já descontados os custos da produção e do arrendamento, alternativa para quem não tem a terra para plantar.

No pico da pandemia quando por um período as feiras não funcionaram, a alternativa foi vender de porta a porta, ou com entrega em domicílio dos pedidos encaminhados pro WhatsApp. A desativação da terceira feira semanal, na saída para Quebra Coco também derrubou a receita.

Entre os que sobreviveram na atividade, apesar dos percalços, está Antônio Marcos, que além de frutas e verduras, tem como carro-chefe a lavoura de mandioca. Ele mora com a mulher e os 4 filhos no Acampamento Jatobá desde 2018, quando começou a ocupação da antiga esplanada ferroviária.

Com venda direta ao consumidor, pequeno produtor fatura até R$ 3 mil por mês

Não deu certa sua tentativa de produzir nos 4 hectares que arrendou no Assentamento Eldorado. “A terra lá é muita ácida, precisa de correção de calcário”. Ele não conseguiu recursos para fazer o investimento. Fez então parceria com a comunidade indígena, arrendou um pedaço de terra e com isto as coisas começaram a melhorar. Com a geada de junho, teve perda total na lavoura de mandioca, prejuízo de R$ 12 mil.

Dona Maria de Lourdes e o marido Antônio Vilani, tem uma horta de 1 hectare. Além de vender nas feiras (no São Bento e em frente ao Brizolão), sai de bicicleta entregando os pedidos de verduras que a clientela faz por WhatsApp.