Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 25 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Sidrolândia está preparada caso o novo coronavírus chegue a Mato Grosso do Sul

O secretário de Saúde de Sidrolândia, Nélio Paim, garante que o município está preparado para enfrentar a doença.

Gildo Tavares/Região News

26 de Fevereiro de 2020 - 16:31

Sidrolândia está preparada caso o novo coronavírus chegue a Mato Grosso do Sul

A Secretaria Municipal de Saúde de Sidrolândia tomou todas as medidas de prevenção caso o novo coronavírus chegue a Mato Grosso do Sul. Para reforçar as ações, nesta quinta-feira, 27, o secretário Nélio Paim vai fazer uma reunião com toda a equipe da rede, unidades de saúde, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Hospital Elmiria Silvério Barbosa e laboratório.

O alerta foi ligado depois que um jovem de 24 anos que visitou a Tailândia, no sudeste asiático, passando por Pequim, na China, sentiu febre, coriza e dor de garganta e está internado no Hospital Regional de Ponta Porã.

O secretário de Saúde de Sidrolândia, Nélio Paim, garante que o município está preparado para enfrentar a doença e que tomou todas as medidas que estão no Protocolo de Manejo Clínico para o novo coronavírus, que são recomendações do Ministério da Saúde.

No Plano de Contingência da Secretaria de Saúde estão descritas todas as condutas e providências a serem tomadas frente aos casos suspeitos e que o órgão solicitou junto aos fornecedores os materiais de proteção necessários para atendimento dos casos suspeitos.

Primeiro caso confirmado no Brasil

O primeiro caso de coronavírus no Brasil e na América Latina foi confirmado nesta quarta-feira, 26, pelo Ministério da Saúde, na cidade de São Paulo. Além deste caso, há outros 20 em investigação e outras 59 suspeitas já foram descartadas.

O paciente é um homem, de 61 anos, que mora em São Paulo e viajou ao norte da Itália. De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o paciente estava assintomático e, depois de alguns dias, procurou um serviço de saúde com sintomas respiratórios. Antes, ele havia participado de uma reunião familiar, o que levou o Ministério da Saúde a colocar 30 pessoas que tiveram contato com ele em observação.

Dicas de Prevenção

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;

  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;

  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;

  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente.