Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Sidrolândia registra 28º caso de Covid-19 e vai prorrogar quarentena por mais 15 dias

Neste domingo foi confirmado que uma mulher de 53 anos, residente no Assentamento São Pedro, testou positivo.

Flávio Paes/Região News

28 de Junho de 2020 - 19:55

Sidrolândia inicia a semana com o registro do 28º caso do novo coronavírus, um incremento de 480% em menos de um mês, considerando que até 5 de junho era só 5 casos. Neste domingo foi confirmado que uma mulher de 53 anos, residente no Assentamento São Pedro, testou positivo. Ela teve sintomas leves e está em isolamento domiciliar.

Há 23 casos de síndromes respiratórias graves que estão sob investigação. Em pouco mais de três semanas testaram positivo 10 trabalhadores da Saúde, sendo seis lotados só na sede da Secretaria que só volta ter atendimento ao público na terça-feira, quando termina o isolamento. Um agente de saúde da zona rural contraiu a doença ao manter contato com um casal residente no Assentamento Eldorado, que por sua vez, foram contaminados por um trabalhador rural de quem pegaram carona.

A Prefeitura deve prorrogar por mais 15 dias o decreto da quarentena iniciada dia 24 de março, mas que foi flexibilizada para o comércio 6 dias depois. Desde então a cada duas semanas o decreto tem sido reeditado com ajustes pontuais, como o retardamento do início do toque de recolher (de 20 para 22 horas).

A implantação de barreiras sanitárias, por exemplo, nunca foi implementada, em parte por veto da Polícia Rodoviária Federal (o principal acesso à cidade é jurisdição federal), mas por falta de estrutura da Prefeitura. Com isto o controle sobre quem chega na cidade praticamente não existe.

Isto ficou evidente neste final de semana no Quebra Coco, onde morava a única vítima fatal, até aqui, do novo coronavírus. Só no domingo, 15 dias da chegada da primeira leva, a Saúde tomou conhecimento da chegada ao distrito de 40 trabalhadores que vieram de São Paulo e Dourados (epicentros da doença) contratados para instalar aviários na região.

Há dois pacientes internados na ala vermelha do Hospital Elmiria Silvério Barbosa. Até agora seis moradores da zona rural (dois do distrito do Quebra Coco, um deles morreu) pegaram a doença. Nesta semana será publicado o decreto que prorroga por mais 15 dias a quarentena, iniciada em 23 de março. O isolamento social caiu abaixo dos 40%.

O boletim epidemiológico deste domingo da Secretaria Estadual de Estadual mostra 220 exames positivos para o novo coronavírus (Covid-19) nas últimas 24 horas, com isto o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 7.527. Foram registrados quatro óbitos, passando para 72 mortes pela doença em Mato Grosso do Sul. Dos 7.527 casos confirmados, 3.357 estão em isolamento domiciliar, 3.926 estão sem sintomas e já estão recuperados e 174 estão internados, sendo 111 em hospitais públicos e 63 em hospitais privados. Dois pacientes internados são procedentes de fora do Estado.

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 42.656 notificações de casos suspeitos da coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, 31.129 foram descartados após os exames darem negativo para Covid-19, 21 foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde, 2.082 exames aguardam resultado do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) e 1.827 casos foram notificados e não foram encerrados pelos municípios. Os dados publicados desde 19 de maio têm como fonte de dados o sistema de informações oficiais Sivep Gripe e E-SUS VE, alimentado pelos municípios. Eles estão sujeitos a alterações.

Os casos suspeitos em investigação tiveram as amostras encaminhadas para o Lacen, onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e coronavírus. O laboratório realiza os exames para Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Os resultados ficam prontos entre 24 a 72 horas, após o recebimento das amostras.

*Matéria atualizada às 07h45 para acréscimo de informações.