Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Novembro de 2020

Sidrolândia

Sindicato reage a proposta da JBS de reajuste de 4,77% e troca da cesta por cartão

Flávio Paes/Região News

13 de Novembro de 2020 - 13:10

JBS propôs um reajuste salarial de 4,77%. Foto: Marcos Tomé/RN

O Sindicato dos Trabalhadores não gostou da oferta levada à mesa de negociação, mas caberá aos funcionários em assembleia programada para o próximo dia 22, se aceitam ou rejeitam a proposta salarial encaminhada pela JBS como parte do acordo coletivo. A empresa propôs um reajuste salarial de 4,77%, sem ganho real, porque este percentual corresponde a inflação (medida pelo INPC) dos últimos 12 meses.

Quer substituir a cesta básica, fornecida aos trabalhadores, por um cartão de compra no valor de R$ 174,00 e deixar de fora da participação nos lucros que é paga em abril (R$ 1.000,00 neste ano), quem estiver afastado do serviço por licença médica. Este pessoal também não teria o cartão de compras.

O presidente do Sindaves, Joel Santos Cruz, reagiu indignado a proposta da empresa que manteve e até aumentou sua produção, mesmo durante o pico da pandemia. O sindicalista está convencido que a empresa tem condições de conceder um aumento real, até como forma de reconhecimento a contribuição dos funcionários para continuar com alta lucratividade.

Para ter direito a participação nos lucros, o trabalhador só poderá ter uma falta justificada ao longo do ano; quem tiver duas, receberá 75%; três faltas, 50%, quatro faltas, 25% e acima de 4 faltas, perde o benefício que em 2022 vai subir para R$ 1.100,00. O sindicalista também é contra substituir a cesta básica por um cartão de compras. “Como a cesta básica sai por R$ 240,00, os R$ 174,00 do cartão, não são suficientes para adquirir os mesmos itens”, acredita.

Já o Frigorífico Balbinos ofereceu um reajuste de 4,80% (ganho real de 0,13 pontos percentuais), além de mais 4 itens na cesta básica (um achocolatado de 400 gramas, duas latas de sardinha e dois sabonetes). O menor salário na empresa é de R$ 1.247,00 e com o reajuste, vai para R$ 1.307,00.