Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Sidrolândia

Surto de Covid-19 no Barra Nova deixa em quarentena família com 9 membros

A Secretaria Municipal de Saúde detectou na semana passada um surto de Covid-19 no Assentamento Barra Nova e o epicentro seria a Escola Municipal Ariano Suassuna.

Redação/Região News

05 de Dezembro de 2021 - 20:47

Surto de Covid-19 no Barra Nova deixa em quarentena família com 9 membros
Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde detectou na semana passada um surto de Covid-19 no Assentamento Barra Nova e o epicentro seria a Escola Municipal Ariano Suassuna. Testaram positivo pelo menos 10 alunos, metade deles, membros de uma mesma família, quatro são irmãos e o quinto, um primo deles.

A mãe dos estudantes, Ordilene Fernandes, também está com Covid-19, embora tenha se imunizado com a dose única da Janssen. Dos 5 infestados, três que tem respectivamente 16, 14 e 13 anos, não se vacinaram porque não tinham CPF, documento exigido para quem for se imunizar.

A família terá de ficar de quarentena domiciliar por 15 dias. Como o marido de dona Ordilene, Reuel Correa do Nascimento, tem como renda o trabalho como diarista nas fazendas da região, para garantir pelo menos a alimentação nas duas semanas de isolamento, neste sábado uma equipe da Saúde esteve na casa da família para entregar medicação, álcool em gel para higienização e uma cesta básica.

Conforme o relato de dona Ordilene, todos os que testaram positivo, inclusive ela, na quarta-feira começaram a sentir sintomas semelhantes à de uma gripe forte (dor de garganta, dor de cabeça, coriza), seguindo-se a perda do olfato e do paladar, típicos de quem contraiu o coronavírus.

Moram na casa 9 pessoas, o casal, 5 filhos e dois sobrinhos, só três testaram negativo. Um dos deles foi o filho de dona Ordilene, Luan Vinícius, de 11 anos, que fraturou o fêmur e por isto não tem frequentado as aulas presenciais. Na sexta-feira uma equipe da Saúde testou aproximadamente 60 alunos e funcionários da escola. Também completou a imunização de quem só recebeu a 1ª dose.

Quem também terá de ficar quarentena é a família de Thalysson Kauã dos Santos Portela, 12 anos, também aluno da Escola Municipal Ariano Suassuna. Embora tenha tomado a 1ª dose da vacina, testou positivo. Segundo a mãe de Thalysson, dona Cleia Cristina dos Santos, na sexta-feira retrasada o garoto reclamou de dor de cabeça. Na madrugada de segunda-feira, Thalysson teve febre alta. Na quinta-feira (2), ele testou positivo após passar pelo médico.