Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 20 de Janeiro de 2021

Sidrolândia

Vanda entrega à promotoria plano de biossegurança pra volta às aulas em março

Flávio Paes/Região News

13 de Janeiro de 2021 - 08:22

Volta às aulas na rede municipal estão programadas para o dia 1º de março, num sistema híbrido. Foto: Marcos Tomé/RN/Arquivo

A prefeita de Sidrolândia Vanda Camilo entregou para avaliação do Ministério Público o plano de biossegurança para a volta às aulas na rede municipal dia 1º de março, num sistema híbrido, com pelo menos duas aulas presenciais por semana, num sistema de revezamento dos alunos para garantir um distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os alunos.

A promotora apresentou sugestões, que serão incorporadas ao plano que tomou como base a versão deixada por uma comissão multidisciplinar formada na gestão anterior. A reunião na Promotoria teve também a participação da secretária municipal de Educação Maristela Stefanello.

Pela proposta, o período de confirmação de matrículas (a rematrícula) para os alunos do Ensino Fundamental (do 1º ao 9º ano) que vão continuar na mesma escola, começa na segunda-feira dia 18 e se estenderá até o dia 22 de janeiro, sexta-feira.

Os pais terão de comparecer de forma gradativa (e com isto evitar aglomerações), com a formação de filas em que o distanciamento mínimo será de 1,5 metro. Na semana seguinte, entre os dias 25 e 29 de janeiro, será a vez dos alunos novos ou aqueles interessados em mudar de unidade escolar.

Os alunos de cada sala serão divididos em duas turmas. Quem estiver na turma 1, terá aulas presenciais as segundas e quartas-feiras, enquanto a turma 2, nestes dois dias, ficam em casa fazendo as atividades escolares com o material impresso fornecido pela escola ou portal pedagógico que está em fase de implantação. Terça e quinta será a vez da turma 2 ter aulas presenciais e a turma 1, em consequência, faz atividades à distância. Nas sextas-feiras, as turmas 1 e 2 intercalam a ida à escola, com o ensino remoto. Os pais poderão optar por manter os filhos em casa, fazendo atividades em domicílio.

Os professores começam a trabalhar no dia 18 de fevereiro, quando começa a jornada pedagógica, com reuniões, encontros para o planejamento de aulas. Será obrigatório o uso de máscara e não haverá intervalo para o recreio. A merenda será servida na própria sala de aula. Quem estiver com temperatura corporal acima de 37º deve ficar em casa.