Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Sidrolândia

Zona rural enfrenta caos sem energia, internet e aviários recorrem a geradores

A tempestade passou, mas os seus efeitos para quem mora na zona rural de Sidrolândia então longe de ter passado.

Redação

16 de Outubro de 2021 - 20:26

Zona rural enfrenta caos sem energia, internet e aviários recorrem a geradores
Queda de árvores e destruição da rede deixa zona rural sem energia. Foto: Internauta/RN

A tempestade passou, mas os seus efeitos para quem mora na zona rural de Sidrolândia então longe de ter passado. Desde às 14 horas de ontem, portanto há mais de 30 horas, estão sem energia elétrica, internet e quem depende de bombas para abastecer os reservatórios corre o risco de enfrentar falta d'água.

"A situação está um caos total. Estamos sem água, luz e internet. Tem fios de energia soltos em vários travessões", desabafa dona Marlene Bial, do Alambari Fetagri. "Perdi 20 sacos de massa de pão que estava na geladeira e a carne congelada no freezer estragou", reforça dona Hilda, que é da região do Bafo da Onça, no Eldorado.

Zona rural enfrenta caos sem energia, internet e aviários recorrem a geradores
Torre desaba. Foto: Internauta/RN

O blecaute também está afetando os avicultores. Uma produtora, diz que em 20 horas de funcionamento, dos três geradores necessários para manter os aviários aquecidos foram gastos 1.200 litros de diesel. Segundo o produtor Antônio Marcato, 70% dos 435 aviários em funcionamento em Sidrolândia tem geradores.

Ele explica que sem a climatização das granjas, as aves mais jovens morrem, comprometendo todo o lote. Em algumas propriedades a falta de energia pode impedir o reabastecimento dos reservatórios. Em média o frango bebe 1,2 litro de água por dia. Marcato admite que sem energia, o manejo fica fora das normas técnicas. Ele acredita que a situação só seja normalizada em dois dias, tempo necessário para a Energisa atender as mais de 5 mil reclamações de falta de energia registrados nos 74 municípios onde atua no Estado. Uma produtora postou no Facebook que em 20 horas gastou 1.200 litros de óleo diesel para manter os três geradores das saia granjas funcionando

O vento forte derrubou árvores que caíram sobre a rede elétrica, danificando a fiação. Segundo o vereador Clayton Martins, que mora na região, a expectativa é que até segunda-feira a situação esteja normalizada.