Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 15 de Maio de 2021

Sidrolandia

Abertura da colheita nacional da soja começa com ciclo de palestras em MS

Evento será promovido a partir desta quarta-feira (24), em Ponta Porã. Palestras vão abordar desde panorama da safra até evolução agrícola.

G1

24 de Janeiro de 2017 - 17:00

Um ciclo de palestras é a primeira atividade nesta quarta-feira (25) da programação da abertura nacional oficial da colheita da soja que será promovida na Agropastoril Jotabasso, em Ponta Porã. Mato Grosso do Sul é o quinto maior produtor brasileiro da oleaginosa. Em três décadas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção estadual cresceu quase 5 vezes enquanto a área cultivada foi ampliada somente em 1,8 vezes.

No ciclo atual, foram cultivados 2,52 milhões de hectares e a projeção da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), é que a produtividade média seja a mesma da temporada passada, 51,5 sacas por hectare, mas que a produção cresça 2,4%, passando de 7,601 milhões de toneladas para 7,787 milhões de toneladas, um novo recorde para o estado.

A primeira palestra da programação nesta quarta-feira, será uma apresentação da gestão e do sistema de produção da propriedade que recebe o evento, a Agropastoril Jotabasso. Depois, Renato Carvalho, líder de biotecnologia da Monsanto, vai falar sobre perspectivas tecnologias para o controle de insetos e boas práticas.

Na sequência, Marcelo Batistela, diretor da marketing da Basf vai tratar dos desafios e oportunidades para o manejo da cultura no país. Para fechar a programação do dia, João Eduardo Simões Maças, especialista senior em produtos diferenciados da Yara, vai discutir como o manejo nutricional adequado contribui para que a soja atinja seu máximo potencial produtivo.

Já na quinta-feira (26), o evento contará com mais três palestras antes da solenidade de início da colheita da safra. Marcelo Gravina, membro do Conselho de Informações sobre Biotecnologia vai falar sobre os desafios dessa área para a nova safra. Evaristo de Miranda, da Embrapa, vai comparar o uso e a ocupação da terra no Brasil e a sustentabilidade agrícola em comparação com outros players globais e consultor Flávio França Júnior discutirá os desafios e perspectivas para esta temporada.

Às 10h (de MS) está previsto pela organização o início da solenidade de abertura da colheita, com os discursos das autoridades e em seguida, às 11h30, o começo do trabalho das máquinas no campo.