Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Abertura da Semana Farroupilha reúne autoridades e atrai centenas de pessoas em praça pública

O evento é organizado pela patronagem do Centro de Tradições Gaúchas e vai até sábado, dia 21.

Paula Lucia/Região News

19 de Setembro de 2013 - 23:22

Foto: Paula Lucia/Região News

Abertura da Semana Farroupilha reúne autoridades e atrai centenas de pessoas em praça pública

Grupo de dança invernada artística juvenil do CTG

Além de resgatar o lado tradicionalista e o orgulho de ser gaúcho com vestimentas, danças e shows, a Semana Farroupilha é conhecida pelas inúmeras opções gastronômicas. Em Sidrolândia o evento é organizado pela patronagem do Centro de Tradições Gaúchas e vai até sábado, dia 21, quando acontece o show de encerramento com o grupo Origens no CTG.

Na Praça Porfirio de Brito (Praça Central), onde ocorrem os festejos da Semana Farroupilha, o aroma da culinária dos pampas atraiu nesta quinta-feira centenas de pessoas. No fogo das churrasqueiras e panelas de ferro, os gaúchos prepararam um jantar aos visitantes com churrasco acompanhado de vinagrete, mandioca, arroz além de carreteiro a moda crioula a preços entre 8 e 10 reais.

Saboreando o churrasco preparada no estilo gaúcho, um visitando ilustre da cidade de Antônio Prado, Rio Grande do Sul, mas que há 40 anos vive em Sidrolândia, o prefeito Ari Basso. Para o chefe do executivo que obviamente é gaúcho, a Semana Farroupilha é um momento especial. Faz relembrar suas origens e viver a tradição sulista.

Abertura da Semana Farroupilha reúne autoridades e atrai centenas de pessoas em praça públicaBasso, de 66 anos, estava acompanhado da primeira dama Marlene Basso, do vice-prefeito Marcelo Ascoli e do presidente da Câmara, vereador Ilson Peres de Souza, todos do PSDB. Alberi de Abreu, patrão do CTG, se diz satisfeito com a organização do evento que contou ainda com apresentação de dança do grupo de invernada artística juvenil.

Para a dona de casa Silvia Marlene, de 35 anos, moradora no bairro São Bento, apesar de ser sul-mato-grossense, é em particular, uma grande admiradora do povo gaúcho. Ela diz a reportagem do regiaonews, que todos os anos participa das atividades da Semana Farroupilha por entender que o espirito de cultivar uma tradição, difere os gaúchos do resto dos brasileiros.

“Observo que praticamente todas as cidades de Mato Grosso do Sul existe um grupo seleto de pessoas que não deixam a tradição gaúcha no esquecimento. Nós não temos esta mesma identidade, este espirito”, observa.