Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Sidrolandia

Acadêmicos esperam ordem judicial para deixarem campus da UEMS

De acordo com Marcos Gauto, um dos integrantes do movimento, até que um oficial de justiça os notifique, o grupo permanecerá no local.

Campo Grande News

23 de Novembro de 2016 - 15:34

Acadêmicos ocupantes do campus da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Campo Grande ainda não foram notificados sobre a decisão do juiz da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande, Marcelo Ivo de Oliveira, que determinou o fim da manifestação. De acordo com Marcos Gauto, um dos integrantes do movimento, até que um oficial de justiça os notifique, o grupo permanecerá no local.

“Estamos recebendo apoio de advogados e vamos partir para novas estratégias para protestar contra PEC [Proposta de Emenda Constitucional dos Gastos Públicos do]”, afirmou o estudante sem revelar o que farão depois que deixarem o campus.

O juiz Marcelo Ivo deferiu liminar impetrada pela Associação Pátria Brasil ontem (22). Quando cumprida, a decisão encerrará a última ocupação de estudantes contrários ao projeto encaminhado ao Congresso pelo presidente Michel Temer (PMDB) que limita os gastos do governo federal por 20 anos.

De acordo com a assessoria de imprensa do Fórum de Campo Grande, o mandado expedido pelo cartório da 1ª Vara de Direitos Difusos já foi encaminhado para a central que faz a distribuição para os oficiais de justiça, que têm 24 horas para fazer cumprir a ordem judicial após recebê-lo.

Portanto, ainda hoje, um dos servidores do Judiciário estadual deve ir até a Uems para comunicar os manifestantes da determinação.