Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 29 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Adolescente morre na fronteira soterrado em silo de soja

Segundo a polícia paraguaia, o silo é arrendado pelo lavoureiro brasileiro Ivaldo Dametto

Mercosul News

27 de Maio de 2011 - 08:43

Um adolescente morreu nesta quinta-feira (26), por volta das 10 horas, após ser soterrado acidentalmente por uma ‘montanha’ de soja a granel no interior do silo Cabezera Yobay, na rodovia que demanda a Capitán Bado, a 5 quilômetros de Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A vítima trabalhava empurrando os grãos para uma escotilha do piso quando houve o desmoronamento e ele acabou tragado pelos grãos e morreu asfixiado. Segundo a polícia paraguaia, o silo é arrendado pelo lavoureiro brasileiro Ivaldo Dametto. A vítima foi identificada como Gabriel Ortiz Gimenez , de 16 anos.

Em silos deste tipo a soja escoa por uma abertura e cai sobre uma esteira motorizada, que a transporta para o lado externo. Na hora do acidente Gabriel estava em companhia de H.A.C, de 19 anos, que tentou salvar o colega, mas recuou ao perceber que também poderia ser soterrado e buscou socorro.

Os peritos constataram que os dois não tinham nenhum equipamento de proteção. A mãe do menor foi avisada e acompanhou o trabalho do Corpo de Bombeiros para resgatar o corpo do filho, o que aconteceu só no início da noite, após nove horas de trabalho.

Havia dificuldade em remover o produto a granel. Durante a ação, houve novos desmoronamentos devido à quantidade do produto, sempre que parte da soja era puxada para as laterais do depósito, uma vez que o corpo bloqueou a passagem dos grãos pelo escoadouro.