Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 6 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

André descarta usar verba estadual para compra de fazendas destinadas a índios

Puccinelli sustenta que o ônus deve ser somente da União e argumenta que já entrega 15 mil cestas básicas gratuitas para os índios.

Flávio Paes/Região News

13 de Agosto de 2013 - 14:24

O governador André Puccinelli não pretende usar recursos estaduais para pagar o  possível deságio dos Títulos da Dívida Agrária (TDA) que serão convertidos em dinheiro para compra das fazendas reivindicadas pelos terena como terra indígena da Reserva Buriti. “Nós aceitaremos fazer parte dessa negociação desde que o Estado sirva de barriga da aluguel, porque TDA não é dinheiro”, frisou novamente o governador.

O governador não tem gostado nada das negociações oferecidas pela União, por meio dos TDAs. Isso porque, o Governo do Estadoi terá cobrir o deságio, a diferença do valor de face dos títulos e quando o mercado estará disposto a pagar por eles.

Puccinelli sustenta que o ônus deve ser somente da União e argumenta que já entrega 15 mil cestas básicas gratuitas para os índios. Em contraponto, Cardozo declarou que haverá um estudo caso a caso dos proprietários que quiserem receber em títulos.

As compras das terras para compor a Aldeia Buriti estão sendo vistas como um projeto piloto para a resolução do conflito no Estado e no país, mas índios e fazendeiros temem por mais demora. Uma reunião entre comissões deve decidir ainda esta tarde um cronograma de ações