Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Outubro de 2021

Sidrolandia

André e Daltro Fiuza entregam casas populares amanhã em Sidrolândia

Essas novas moradias foram garantidas pelo Programa MS cidadão CASA DA GENTE através do Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH/2009)

Franciane Trindade/Região News

31 de Março de 2011 - 08:55

André e Daltro Fiuza entregam casas populares amanhã em Sidrolândia
Andr - Foto: Marcos Tom

O governador André Puccinelli entrega amanhã sexta-feira (01) junto ao prefeito Daltro Fiuza 60 unidades habitacionais no residencial Morada da Serra II em Sidrolândia. A solenidade está prevista para as 08h30min no residencial, cito á Rua João Straliotto, s/nº, na saída para o distrito do Quebra Coco.

Os projetos do Estado para o setor habitacional já garantiram mais de 7,5 mil moradias dignas no estado, voltadas para o atendimento de famílias de baixa renda e moradoras de áreas de risco. Montante conquistado por meio das parcerias entre o governo estadual, prefeitura e União.

Essas novas moradias foram garantidas pelo Programa MS cidadão CASA DA GENTE através do Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH/2009). Todas as casas possuem 32 metros quadrados de área construída, com dois quartos, sala/cozinha, banheiro e Hall de circulação.

Desde 2005, a Prefeitura Municipal de Sidrolândia, através da Coordenadoria Municipal de Habitação, já entregou 761 unidades habitacionais. Sendo que, destas, 31 foram destinadas a idosos e 28 a portadores de deficiência.

 “A Lei do Idoso e do Portador de Deficiência garante que 3% dessas residências sejam destinados a eles. Até agora, destinamos 4,07% e 3,67%, respectivamente, o que mostra que Sidrolândia está acima da média exigida por lei”, explanou Maria Donizete Perdomo, Coordenadora Municipal de Habitação.

A coordenadora Zete mostrou os números da habitação para o ano de 2011. De acordo com a mesma mais 204 unidades habitacionais estão em andamento, totalizando 965 casas desde o ano de 2005.

Zete detalhou, também, os números cadastrais da Coordenadoria, que hoje tem 3.856 pedidos cadastrados com os seguintes perfis: 448 mulheres chefe de família; 142 funcionários públicos; 134 idosos; 20 doenças crônicas; 35 pessoas portadoras de necessidades especiais; 130 indígenas e 2.947 cadastros gerais.