Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Sidrolandia

Após 12 horas, Bombeiros encontram menino de 14 anos morto por afogamento

Segundo pessoas próximas, a vítima frequentava o local – o córrego fica dentro de uma propriedade privada – há mais de 6 anos e conhecia bem a região

Midiamax

03 de Novembro de 2015 - 16:20

O corpo de Carlos Eduardo Pereira dos Santos, 14 anos, foi encontrado às 7h40 deste sábado (31), a 5 quilômetros do local em que desapareceu no fim da tarde de sexta-feira. O garoto brincava com dois amigos em um córrego, ligado ao Rio Serrote, nos fundos do Bairro Montevidéu, quando teria se afogado.

Ao retornar para casa, um dos amigos da vítima informou ao pai que Carlos havia desaparecido. Segundo o Tenente Teodózio de Moraes Arébalo, o Corpo de Bombeiros foi acionado imediatamente e as busca se iniciaram às 18 horas desta sexta-feira. Por conta da chuva e da falta de luz, os trabalhos foram interrompidos e a busca só foi retomada, por quatro militares, na manhã deste sábado.

Segundo pessoas próximas, a vítima frequentava o local – o córrego fica dentro de uma propriedade privada – há mais de 6 anos e conhecia bem a região. Carlos vivia com a avó no Bairro Taquarussu e participava de atividades recreativas em uma instituição de caridade.

Na sexta-feira, ele teria deixado a instituição e foi com os amigos direto para o córrego, por volta das 15 horas. Os colegas de Carlos retornaram do local, às 17 horas, quando o Corpo de Bombeiros foi acionado.

De acordo com o delegado Luiz Alberto da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, a principal suspeita é de que ele tenha se afogado, mesmo assim, o caso será registrada como morte a esclarecer. O corpo ainda está no local e só será retirado após trabalho da perícia da Polícia Civil.