Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Após quatro horas de protesto, trabalhadores rurais liberam BR-163

Entre as principais reivindicações estão a água potável, crédito de apoio, energia elétrica e moradia.

Campo Grande News

22 de Julho de 2013 - 15:54

Os cerca de 50 trabalhadores rurais que fechavam a BR-163, no quilometro 550, entre os municípios de Jaraguari e Bandeirantes, liberaram a rodovia após quatro horas de bloqueio. A estimativa do número de manifestantes é da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

De acordo com o site Idest, eles reivindicam a presença de diretores do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), para negociarem melhorias nos assentamentos. Participaram da manifestação trabalhadora rurais dos assentamentos Matão, Alvorada, Agroban, Nova Esperança, Agripja, Itaqui e Patativas de São Gabriel.

Entre as principais reivindicações estão a água potável, crédito de apoio, energia elétrica e moradia. Segundo o inspetor da PRF, Pércio Baggio, a manifestação foi tranquila e não prejudicou tanto a viagem de quem passava por ali, já que os manifestantes haviam combinado com a PRF de liberar os veículos a cada 10 minutos.

A diretoria estadual do MST (Movimento Sem Terra), afirmou através de sua diretora Atiliana Bruneto, que não tem ligação com estes manifestantes, pois o movimento já havia selado acordo na última semana com o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).