Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 18 de Maio de 2021

Sidrolandia

Aprovados cobram resultado de concurso para agente penitenciário

O edital do concurso foi lançado em 2015, com prova realizada em 5 de abril do ano passado e curso de formação a partir de 23 de novembro de 2016.

Campo Grande News

21 de Fevereiro de 2017 - 14:16

Aprovados em concurso para agente penitenciário foram hoje à Câmara Municipal de Campo Grande em busca de apoio político para que o governo do Estado homologue resultado.

De acordo com o presidente da comissão de formandos no concurso da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Hamilton Akira, os aprovados tiveram que deixar os empregos para dedicação exclusiva ao curso de formação, que teve duração de dois meses e é a última etapa do processo seletivo.

“Trabalhamos nos presídios na pior época. Foi no mesmo período das rebeliões em Manaus e no Rio Grande do Norte”, afirma Akira.

De acordo com ele, como estão desempregados, alguns não conseguem nem pagar a pensão alimentícia, ficando sujeito à prisão. “A situação é complicada. Muitos tiveram que largar o emprego para o curso de dois meses. E também não conseguem arrumar emprego, como vão investir numa pessoa que a qualquer momento pode assumir cargo público”, questiona.

A comissão representa 435 aprovados no curso de formação. Amanhã, o grupo fará carreata da Praça do Rádio até ao Parque dos Poderes, com paradas na Governadoria e na Assembleia Legislativa. Segundo Akira, o governo informa que tem prazo de dois anos para homologar o resultado.

O edital do concurso foi lançado em 2015, com prova realizada em 5 de abril do ano passado e curso de formação a partir de 23 de novembro de 2016. A inscrição teve custo de R$ 183. Contudo, conforme Akira, teve quem gastou até R$ 12 mil nas sete etapas. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da SAD (Secretaria Estadual de Administração e Desburocratização) e aguarda retorno