Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Sidrolandia

Ausentes no Enade 2016 têm até 31 de janeiro para regularizar situação

Não é possível colar grau se estudante for convocado para exame e não comparecer nem justificar ausência.

G1

19 de Dezembro de 2016 - 16:19

Os candidatos que teriam de ter feito o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2016, aplicado no dia 20 de novembro, mas faltaram à prova têm até o dia 31 de janeiro de 2017 para regularizar a situação.

É preciso apresentar à instituição de ensino onde estudam uma justificativa da ausência. Caso o pedido de regularização seja aceito, o coordenador do curso deverá registrar a situação do aluno no sistema, no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Caso o pedido não seja acatado pela universidade, o estudante precisará pedir a dispensa diretamente ao Inep, de 8 a 22 de fevereiro de 2017. Nesta situação, será preciso apresentar o original e a cópia autenticada do documento que comprove a impossibilidade de ter participado do Enade.

Questionário do Estudante

Não basta fazer a prova: é preciso também preencher o questionário do estudante para não ficar em situação irregular. Ele ficará disponível no portal do Inep até 22 de fevereiro de 2017.

Caso o estudante não preencha o instrumento, será considerado irregular e não poderá colar grau. A participação no exame é obrigatória, registrada no histórico escolar. O objetivo é avaliar o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação.

Cursos

As áreas de avaliação do Enade são definidas de acordo com o ciclo trienal do exame. Em 2016 participaram os estudantes de agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia. Também serão avaliados os concluintes de cursos tecnólogos nas áreas de agronegócio, estética e cosmética, gestão ambiental, gestão hospitalar e radiologia.