Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Beira-Mar planejou em Campo Grande sequestrar filho de Lula

Os supostos envolvidos respondem uma ação penal na Justiça por formação de quadrilha

Terra

04 de Janeiro de 2011 - 09:26

Uma investigação da PF (Polícia Federal) apontou que o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, planejou o sequestro de Luís Cláudio Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Beira-Mar tramou o crime entre dezembro de 2007 e agosto de 2008, dentro do presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS). Os supostos envolvidos respondem uma ação penal na Justiça por formação de quadrilha.

Segundo a PF, o traficante pretendia negociar sua liberdade e de outros presos - incluindo Marcos Hebas Camacho, o Marcola, chefe da facção criminosa PCC - em troca da soltura do filho de Lula. A investigação começou após denúncia do traficante colombiano Juan Carlos Abadia, em janeiro de 2008.

Preso na mesma penitenciária, Abadia disse que Beira-Mar já tinha cerca de 200 fotos da rotina de Luís Cláudio. Após a onda de violência no Rio de Janeiro, no final de novembro, Beira-Mar voltou a ser investigado pela PF pela suspeita de ter encomendado sequestros de autoridades e personalidades de destaque.

Ele foi transferido, em dezembro passado, da penitenciária de Mato Grosso do Sul para o Paraná, segundo a Justiça, para evitar que ele "criasse vínculos" no Estado.