Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Sidrolandia

Bovespa opera em forte alta nesta quinta-feira, puxada pela Petrobras

Entre as maiores altas, estão as ações da Petrobras, que subiam mais de 6%, e da Eletrobras, que também se aproximada de uma valorização de 6%.

G1

03 de Dezembro de 2015 - 10:09

A Bolsa de Valores de São Paulo  (Bovespa) iniciou o pregão desta quinta-feira (3) em alta acima de 3%, um dia depois de o presidente da Câmara, Eduardo Cunha ter autorizado a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

Às 11h08, o principal índice de ações da bolsa subia 3,76%, aos 46.602 pontos. Veja a cotação.

Entre as maiores altas, estão as ações da Petrobras, que subiam mais de 6%, e da Eletrobras, que também se aproximada de uma valorização de 6%.

Em sessão de pauta cheia no exterior, incluindo decisão de política monetária na Europa e novo discurso da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, favorecia o viés positivo do pregão paulista a aprovação pelo Congresso Nacional de mudança da meta fiscal em 2015.

A afirmação do Banco Central brasileiro de que tomará as "medidas necessárias" para controlar a escalada de preços independentemente das demais políticas, conforme ata da última reunião do Copom, era mais um componente benigno.

A Bovespa fechou em queda nesta quarta-feira, pelo quarto pregão seguido, com investidores adotando cautela em meio à rodada de votações importantes no Congresso Nacional.

O Ibovespa caiu 0,29%, aos 44.914 pontos. Na semana e no mês, a bolsa acumula queda de 2,09% e 0,46%, respectivamente. No ano, há desvalorização de 10,18%.