Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Candidatos impugnados têm uma semana para recorrer em Dourados

Neste prazo de sete dias, os candidatos poderão contestar as impugnações e apresentar documentos que eventualmente ficaram pendentes

Campo Grande News

12 de Janeiro de 2011 - 11:00

Partidos e coligações que disputam as eleições para prefeito de Dourados têm uma semana para recorrer das impugnações.

A informação é da chefe do Cartório Eleitoral da 43ª Zona, Milca Pereira. De acordo com ela, o prazo para impugnar candidaturas venceu ontem.

Neste prazo de sete dias, os candidatos poderão contestar as impugnações e apresentar documentos que eventualmente ficaram pendentes.

Depois que essa fase for concluída, a juíza eleitoral Dileta Terezinha Souza Thomaz terá três dias para apresentar parecer.

Se os candidatos, partidos e coligações não concordarem com a decisão, poderão recorrer ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

O Ministério Público Eleitoral de Dourados apresentou seis pedidos de impugnações contra as coligações que disputam a prefeitura da segunda maior cidade do Estado. Dois pedidos são relativos a candidatos a prefeito e quatro aos vices.

De acordo com o promotor eleitoral substituto, Júlio Bilemjian Ribeiro, todos os pedidos são relativos à falta de documentos.

Ele explica que basta a apresentação da documentação, dentro do prazo, para que a candidatura não seja indeferida. “São situações simples de se resolver”, salientou.

Os pedidos de impugnação foram contra as candidaturas de Genival Antônio Valeretto (PMN) e Geraldo Salles (PSDC), que disputam a prefeitura, e dos vices Roner da Silva (da coligação liderada por Valeretto), Marcos Troques (vice na chapa de Salles), Dinaci Ranzi (vice na chapa de Murilo Zauith) e George Motoqueiro (do Psol).

Outros pedidos de impugnação foram apresentados pelos próprios candidatos e partidos que concorrem à eleição fora de época, que acontece no dia 6 de fevereiro.