Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Caso de síndrome de burnout é registrado em Corumbá, MS

De acordo com a psicóloga Miriam Feitosa Camacho, a síndrome de burnout se manifesta, principalmente, em pessoas que trabalham com atendimento ao público.

G1 MS

15 de Julho de 2013 - 10:30

A síndrome de burnout é uma doença silenciosa que está relacionada ao ambiente de trabalho e atinge, principalmente, pessoas das áreas da saúde e educação. Ansiedade, pessimismo e isolamento são alguns dos sintomas que acabam afastando homens e mulheres das atividades profissionais. Em Corumbá, a 444 km de Campo Grande, uma mulher foi diagnosticada com a doença e está recebendo tratamento no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador. É o primeiro caso registrado na cidade.

A síndrome é caracterizada pela sensação de esgotamento físico e emocional que se reflete, por exemplo, na ausência ao trabalho, em agressividade, isolamento, dificuldade de concentração e falhas na memória. A síndrome pode provocar ainda depressão, ansiedade, pessimismo, irritabilidade e baixa autoestima, entre uma série de outros fatores.

De acordo com a psicóloga Miriam Feitosa Camacho, a síndrome de burnout se manifesta, principalmente, em pessoas que trabalham com atendimento ao público. "Profissionais das áreas de saúde e educação são os mais atingidos. Mudanças que são feitas dentro da empresa sem a participação do trabalhador também podem desencadear o quadro", afirma.

O tratamento para a síndrome de burnout deve envolver também os colegas de trabalho, segundo a psicóloga. Para Miriam, o ambiente de trabalho tem que ser modificado para que a pessoa possa ser novamente inserida em suas atividades profissionais.