Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Ceim de Dourados é transferido para edícula

O problema é que as instalações de sala de aula não estão prontas. Falta colocar forro, pintura e área externa

Dourados Agora

15 de Fevereiro de 2011 - 14:32

As aulas para 77 crianças de 1 a 5 anos que frequentam as séries iniciais do Ceim Raio de Sol, no Parque das Nações I, ainda não começaram. O ano letivo na Rede Municipal de Dourados iniciou ontem, no entanto, os serviços emergenciais adotados pela Secretaria de Educação não atendeu todas as unidades escolares.

O serviço de roçada de matagais é um dos mais atrasados. Outro problema é a falta de professores, que deve ser sanado ainda esta semana, com a contratação de profissionais.

O Ceim Raio de Sol foi interditado no final do ano passado. Sem condições de infraestrutura para atender as crianças, a unidade foi transferida de última hora para Igreja Batista, no mesmo bairro. O problema é que as instalações de sala de aula não estão prontas. Falta colocar forro, pintura e área externa. Entre as 77 crianças de 1 a 5 anos que serão atendidas no local, 37 vão permanecer em período integral.

Elas terão aula em uma edícula da igreja dividida em quatro saletas, defronte para o sol. O banheiro fica na área externa. Para não ter problemas com intempéries do tempo será construído uma passarela coberta no corredor de acesso da edícula ao banheiro.

Sem saber que aulas não começariam ontem e que o Ceim Raio de Sol havia sido transferido de local, pais levaram as crianças para o primeiro dia de aula. Eles se depararam com um cartaz na parede anunciando a mudança de local. “Chegamos lá na Igreja e estava tudo fechado” disse Pedro Olson, avô de uma criança que deveria ter ido ontem às aulas. Ele faz críticas ao local, principalmente quanto ao acesso. “A rua da Igreja é intransitável. Ontem mesmo estava quase impossível transitar devido a tanta lama”, questiona. O PROGRESSO esteve no local e constatou a gravidade do problema.

Outro Ceim que também foi transferido por apresentar problemas na infraestrutura do prédio é o Maria de Nazaré, no Jardim Florida. As instalações também foram para a Igreja Batista, daquele bairro. Mais estruturado, o novo local pode ainda ofertar mais 26 vagas que na unidade anterior. Agora são atendidas 100 crianças. As aulas iniciaram ontem, sem problemas.

Ontem O PROGRESSO recebeu várias reclamações de pais sobre as escolas. Uma delas seria o reinicio das aulas na quadra de esportes. Esse fato está acontecendo na Escola Bernardina Corrêa de Almeida, na Cohab. Quatro salas de aula (2º ao 5º anos) ocupam a quadra, que está dividida com tecido de TNT. A escola passa por reformas.

Remualdo Garcia tem três filhos na Escola Etalívio Penzo, no Parque das Nações II. O menino do meio, que cursa o 5º ano, nem chegou adentrar a sala de aula porque não tinha professor. “A direção da escola não confirmou quando o meu filho vai iniciar as aulas”, disse o pai do aluno.

AULAS

A contratação de professores, segundo a Secretaria de Educação, deve ocorrer até amanhã. Quanto a roçada do matagal das escolas, duas equipes estão percorrendo as unidades escolares para efetivar os serviços. A secretária Margarida Gaigher não foi encontrada para falar sobre o Ceim transferido para uma edícula.