Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 18 de Agosto de 2022

Sidrolandia

Cerca de 100 mil esperam para serem atendidos pelo INSS depois de greve

Para atender o público diário estimado em 800 pessoas, os trabalhadores vão precisar atender 6 pessoas por dia, enquanto o ideal seriam 4.

Correio do Estado

03 de Outubro de 2015 - 07:37

A greve dos servidores administrativos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) durou mais de 80 dias, e chegou ao fim no último dia 30, depois que a categoria entrou em acordo com o governo federal. A paralisação gerou uma fila de espera de mais de 100 mil pessoas em todo o Estado, e para restabelecer os atendimentos, funcionários precisam fazer força-tarefa.

Para atender o público diário estimado em 800 pessoas, os trabalhadores vão precisar atender 6 pessoas por dia, enquanto o ideal seriam 4. O número alto de pessoas que aguardam por atendimento está sendo controlado por senhas e agendamentos, a demanda espontânea soma de 100 a 200 pessoas por dia. 

Apesar deste setor administrativo ter retornado, a perícia médica do órgão permanece em greve desde o dia 4 de setembro, e apenas 30% do seu efetivo continua realizando o atendimento. Em Mato Grosso do Sul, a greve da classe já prejudicou o atendimento de aproximadamente 6 mil pessoas. Existe em todo o Estado 97 peritos atendendo a população, deste número, 77 prestam serviço na Capital.