Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Chefe de esquema de venda de lotes do Incra era assentado e tinha casa com piscina

ontem mais três famílias foram despejadas no assentamento Lua Branca, mesmo onde vive Ivo e sua mulher.

Midiamax

24 de Agosto de 2013 - 09:24

O chefe da esquema de compra de venda irregular de lotes da Reforma Agrária na região de Itaquiraí foi identificado como José Vitoriano de Andrade, conhecido como Ivo. Em uma batida da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), foram encontradas na casa dele, uma residência luxuosa e com piscina semi-olímpica, várias munições para armas calibre 12 e 44 (de uso restrito).

Com isso, a esposa dele que não teve o nome identificado, foi levada presa e solta após fiança. Eles eram assentados beneficiados com um lote do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra-MS), mas não trabalhavam com a agricultura ou pecuária, mas sim sobreviviam com a venda irregular de outros lotes, de pessoas já beneficiadas.

Isto caracteriza crime de estelionato e Ivo está foragido, desde a batida policial nesta sexta-feira (23). Após longa investigação da Polícia Federal, pela Operação Tellos, mais de 100 famílias em todo o Mato Grosso do Sul estão sendo retiradas esta semana em operação conjunta com o Incra-MS e a Cigcoe, por participarem das negociações ilícitas.

Ontem (22) os retirados fizeram protesto na MS 487, que liga Itaquiraí e Naviraí. Ontem mais três famílias foram despejadas no assentamento Lua Branca, mesmo onde vive Ivo e sua mulher. Os despejos também vão ocorrer em Ponta Porã, Angélica e Terenos.