Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 22 de Julho de 2024

Sidrolandia

Chega a 2,7 mil o número de animais mortos pelo frio em MS

Prejuízo dos produtores rurais é estimado em mais de R$ 4 milhões. Desnutrição e bactéria também são apontadas como causa das mortes.

G1

21 de Julho de 2010 - 07:55

O número de animais mortos por causa do frio em fazendas de Mato Grosso do Sul já chega a 2,7 mil. Segundo a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), o prejuízo dos produtores rurais ultrapassa os R$ 4 milhões. Até agora, 15 municípios do estado já registraram mortes por causa da hipotermia, quando a temperatura do corpo do gado fica bem abaixo do normal.

Segundo a Iagro, a desnutrição dos animais também é apontada como possível causa da morte do rebanho. “Os animais mais magros, que vêm sofrendo o estresse do desmame, associado à baixa qualidade de pastagens, não tem reservas energéticas. Em função dessa inversão térmica brusca, esses animais acabam entrando num choque hipoglicêmico", diz o veterinário Valdemir Alves de Oliveira.

Já no caso de animais gordos, segundo Oliveira, os óbitos podem ser ocasionados por uma pneumonia causada por uma bactéria. "Devido à mudança brusca de temperatura, esse microorganismo se prolifera e causa pneumonia, que leva os animais a óbito”, afirma.

Segundo os técnicos da Iagro, onda há água e carcaças de animais, existem também as bactérias que transmitem o botulismo. Por isso, é preciso que os produtores rurais fiquem atentos para não deixar que o restante do gado beba a água que costuma se acumular nos locais onde ficam abertas as valetas.

Os técnicos da agência estão percorrendo as fazendas para orientar os criadores sobre todos os procedimentos que devem ser tomados.