Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 15 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Chuva deixa rastro de destruição em Dourados

O Corpo de Bombeiros recebeu várias solicitações. Todas sobre árvores que caíram

O Progresso

02 de Fevereiro de 2011 - 08:00

Chuva deixa rastro de destruição em Dourados
Chuva deixa rastro de destrui - O Progresso

Uma forte chuva no final da tarde de ontem deixou rastro de destruição na área central e região leste de Dourados. O Corpo de Bombeiros recebeu várias solicitações. Todas sobre árvores que caíram. Algumas delas em fiações elétricas, enquanto outras em veículos. Não houve feridos.

Solicitações também mobilizaram a Defesa Civil. Conforme O PROGRESSO apurou, famílias moradoras na região do Santa Brigida e Jardim Caimã tiveram casas alagadas. Equipes estiveram no local para removê-las para a casa de parentes ou à Casa da Acolhida. A Defesa solicitou ao município a compra de lonas para distribuir às famílias em situação de risco.

O PROGRESSO também apurou que na Igreja Santo Antônio, na região do Jardim Ouro Verde, houve alagamentos. O mesmo aconteceu na região do Monumento aos Colonos, região leste da cidade.

A forte chuva da tarde de ontem durou cerca de 40 minutos. Na Avenida Marcelino Pires, a principal de Dourados, galhos estavam espalhados pela pista, fazendo com que os motoristas tivessem atenção redobrada. O mesmo ocorreu na Avenida Joaquim Teixeira Alves.

Próximo ao Terminal do Transbordo uma árvore não resistiu a ventania e tombou em cima de um carro. A cobertura de um posto de gasolina, na Avenida Weimar Torres com a Albino Torraca também não resistiu e se contorceu. A região do Clube Ubiratan ficou sem energia. Naquela imediação existe vários eucaliptos. Como o porte da árvore é grande, galhos caíram nas fiações.