Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Chuvas no Pantanal já geram prejuízo de quase R$ 200 mi em MS

Especialistas fazem uma previsão ainda mais catastrófica: se as chuvas persistirem, o Pantanal terá a maior cheia dos últimos 16 anos

R7

25 de Março de 2011 - 17:13

Os prejuízos causados pela chuva que atinge o Pantanal sul-mato-grossense podem chegar a R$ 190 milhões. A estimativa foi feita pela Embrapa (Empresa Brasileira de pesquisa Agropecuária). Metade dos mais de 88 mil km² da região já foi atingida por inundações. E especialistas fazem uma previsão ainda mais catastrófica: se as chuvas persistirem, o Pantanal terá a maior cheia dos últimos 16 anos.

Normalmente, o período de chuvas na região começa em março e vai até maio, com o mês de maior inicidência sendo abril. Este ano, porém, as chuvas chegaram mais cedo e já choveu bem mais do que o previsto para todo o mês de março. 

As cidades da região foram surpreendidas pela cheia depois de dez anos de estiagem. Por causa disso, no início da semana, o Estado decretou situação de emergência na área.

O setor mais atingido é o da pecuária. Em muitas propriedades rurais, o rebanho bovino está comprometido. Com poucas áreas secas para atravessar o rebanho, a alternativa dos fazendeiros tem sido usar a rodovia. 

Na região de Miranda, a 200 km da capital Campo Grande, o acesso aos vilarejos só é possível de barco. Na área conhecida como "passo do lontra", famílias estão isoladas. A estrada parque, usada por ribeirinhos e turistas, está intransitável em quase toda sua extensão. Seis pontes de madeira estão submersas ou foram levadas pela força d'água. Falta abrigo até para os animais silvestres.