Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Sidrolandia

CIN da Fiems vai oferecer consultoria sobre importação e exportação

Atualmente, o Centro disponibiliza só a emissão do COD (Certificado de Origem Digital), que atesta a nacionalidade do produto para garantir benefícios alfandegários

Daniel Pedra/Assessoria

05 de Julho de 2013 - 09:52

A partir do mês de agosto, o CIN (Centro Internacional de Negócios) da Fiems vai oferecer consultoria para as empresas sul-mato-grossenses interessadas em importação e exportação de produtos. Atualmente, o Centro disponibiliza, por meio de postos de atendimento em Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã, apenas a emissão do COD (Certificado de Origem Digital), que atesta a nacionalidade do produto brasileiro para garantir os benefícios alfandegários previstos nos acordos comerciais do Brasil com outros países.

Segundo o coordenador do CIN da Fiems, Fábio Fonseca, a equipe vai passar por um treinamento de três dias com técnicos do CIN da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) para poder oferecer consultoria em exportação e importação. “Após o treinamento promovido pela Fiemg, poderemos atender a demanda das indústrias sul-mato-grossenses interessadas em importação e exportação. Antes, elas solicitavam o serviço de consultoria, mas, como não tínhamos essa capacitação, nós tínhamos de encaminhá-las para outras instituições”, detalhou.

Ele informa que o treinamento vai ser realizado nos dias 8, 9 e 10 de julho, incluindo termos internacionais de comércio (Incoterms), formação de preço na exportação e importação, métodos de formação de preço, exportação direta (remessa expressa internacional) e indireta (comercial exportadora), incentivos fiscais à exportação, incentivos creditícios à exportação, certificado de origem, remuneração de agente, planilha de cálculo e assessoria e consultoria.

COD

Hoje, o CIN da Fiems conta com postos em Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã, que disponibilizam a emissão da certificação de origem digital para as empresas exportadoras e não exportadoras da região de fronteira com o Paraguai e Bolívia, bem como aquelas localizadas em outras áreas do Estado. Os três postos são habilitados pelo MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e oferecem disponibilizam a emissão digital de certificados de origem para as empresas que vendem seus produtos para a Argentina, Paraguai, Bolívia, Chile, Venezuela, Uruguai, México, India e Israel.

Segundo Fábio Fonseca, o COD é um documento que comprova a nacionalidade do produto e é necessário para o exportador obter os benefícios alfandegários previstos nos acordos comerciais do Brasil com outros países. “Além de evitar erros, reduzir custos com o fim da burocracia e dar maior segurança ao exportador, o serviço informatizado permite que o tempo médio de emissão do documento seja reduzido de dois para 15 minutos, contando desde o momento em que a empresa começa a preencher as informações até receber a aprovação”, detalhou.

Ele acrescenta ainda que a emissão do COD dispensa a papelada e o exportador pode realizar seu preenchimento, diminuindo eventuais falhas e também agilizando o envio ao importador, garantindo, dessa forma, mais segurança nas operações e afastando o risco de falsificações. “Hoje, o CIN da Fiems oferece às indústrias do Estado um sistema digital confiável e de rápido retorno para a empresa. Quando adere ao COD, a empresa consegue fazer alterações com rapidez e qualidade de forma extremamente confiável. Atendemos o Estado todo e estamos bem alinhados tecnologicamente, pois é uma ferramenta moderna e de fácil operação”, pontuou.

Balanço

Fábio Fonseca reforça que os postos têm oferecem para as empresas do Estado o Balcão do Exportador, o Certificado de Origem, a emissão de certificados de origem, Libre Venta e Declaração Juramentada, Emissão dos Anexos III e Peru, Impressão de documentos, taxa de urgência de serviços, consulta para Certificado Não Similaridade, preenchimento de documentos, preenchimento do COD, cursos em comércio exterior, encontros, eventos, missões, agendamento individual de negócios no Brasil, agendamento individual de negócios no exterior, organização de encontros de negócios, organização de missão empresarial ao exterior, receptivo de missões, informação em comércio exterior, perfil de mercado, estudos estatísticos, estudos setoriais, relações comerciais, alíquotas e preferências tarifárias, pesquisa de importadores e classificação de mercadorias.

No 1º semestre, conforme o coordenador do CIN da Fiems, o posto de Campo Grande prestou assessoria de importação a 5 empresas, emitiu atestado de inexistência para outras 432 empresas, atestado de produção a 52 empresas, atestado de exclusividade a 2 e certificados de origem para 9, além de promover missão empresarial a MovelPar, com a participação de 12 indústrias moveleiras do Estado, e à Fispal, com 20 empresas, bem como visitas técnicas e workshop. Já em Corumbá o posto do CIN emitiu Certificados de Origem Digital para 1.090 empresas, enquanto em Ponta Porã foram emitidos CODs para 259 empresas.

Serviço – Mais informações sobre os serviços do CIN da Fiems podem ser obtidas pelo telefone (67) 3027-5779