Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Setembro de 2021

Sidrolandia

Clientes aguardam mais de 1 hora por atendimento e reclama da demora em agência bancária

Apesar das reclamações, Nelson Vieira, gerente geral da unidade em Sidrolândia garante que o atendimento aos clientes melhorou nos últimos dois.

Marcos Tomé/Região News

10 de Setembro de 2013 - 16:42

Vários clientes da agência bancária do Banco do Brasil em Sidrolândia reclamaram da demora no atendimento dos caixas. “Apesar da quantidade de pessoas que aguardavam pacientemente na fila, só estavam funcionando dois postos de atendimento dos três existentes na agência”, reclama Ceila Teixeira da Costa, de 38 anos.

Ela teve de aguardar 1h22min para ser atendida em um dos dois caixas. Quando chegou ao banco recebeu a senha de número 63 às 11h22min e só conseguiu chegar ao caixa às 12h44min. Segundo informou por telefone a redação do regiaonews, a gerência da instituição financeira não colocou em funcionamento o terceiro caixa mesmo diante a uma plateia que superlotava o banco.

Apesar das reclamações, Nelson Vieira, gerente geral da unidade em Sidrolândia garante que o atendimento aos clientes melhorou nos últimos dois anos, depois que assumiu o comando da agência. Em sua avaliação, por falta de informação, os clientes acabam indo ao banco executar transações que facilmente poderiam ser realizadas em um dos 15 postos de atendimento credenciados espalhados pelo comercio.

Outra alternativa, aponta Nelson, é a utilização dos caixas eletrônicos. A agência de Sidrolândia possui oito maquinas com capacidade para realizar saques e outras quatro para depósitos. “No anseio de que as transações sejam efetivadas de forma instantânea as pessoas se aglomeram por atendimento nos caixas”, justifica.

Ele alerta que os depósitos feitos nos envelopes, por exemplo, são processados a partir das 8h da manhã. Ou seja, não há necessidade de esperar o banco abrir para efetuar transações como estas. Em dias de muito movimento tem mantido todos os caixas em funcionamento e até, um quarto posto de atendimento de forma improvisada é colocada em funcionamento para agilizar o atendimento.

Nelson reconhece que neste inicio de mês em decorrência do pagamento do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), que obrigatoriamente é efetuado nos caixas, a agilidade no serviço acaba sendo comprometido. Outro fato que segundo ele justifica a demora se deve ao fato dos pagamentos dos salários dos trabalhadores da Seara Alimentos e da TDB-Tip Top que são depositados até o decimo dia de cada mês.

O gerente garante que aproximadamente 50% das transações poderiam ser realizadas nos postos de autoatendimento, desafogando a boca do caixa da agência. Em média são atendidas entre 80 e 100 clientes diariamente. Das 10 às 12 horas são os horários de maior movimento. Ele alerta que caso não haja emergência, para evitar maiores transtornos que o cliente evite estes horários.