Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 18 de Maio de 2021

Sidrolandia

Com fechamento dos postos, Unidade Central que concentrará atendimento fica aberta até meia-noite

Haverá o reforço de mais dois médicos, com a promessa de que nos três turnos haverá três clínicos gerais e um pediatra.

Flávio Paes/Região News

12 de Dezembro de 2016 - 09:44

A partir desta segunda-feira a Unidade Central de Saúde, que abre às 6 horas da manhã, terá seu funcionamento estendido por mais duas horas, das 22 horas até a meia-noite. Haverá o reforço de mais dois médicos, com a promessa de que nos três turnos haverá três clínicos gerais e um pediatra. Além disso, acaba o limite de 20 pacientes por médico que sempre prevaleceu na unidade. Agora os profissionais estarão disponíveis para atender todos os pacientes, independente da distribuição de senhas.

Com esta estratégia a Secretaria de Saúde esperar criar uma alternativa para absorver a demanda de atendimento gerada pelo fechamento das seis Unidades Básicas de Saúde da área urbana, com a folga dada aos funcionários. Desde o mês passado os postos da zona rural só ofereciam consultas uma vez por semana.

A rede de atenção básica vai reabrir no próximo dia 2 de janeiro, mas não há garantia de restabelecimento do atendimento completo porque o quadro de pessoal está desfalcado desde a demissão de 15 médicos contratados no final de novembro.

Quem mora na zona rural precisou sair cedo de casa para garantir atendimento na unidade central. Foi o caso de Roni Torres, que veio do Assentamento Canta Galo para que o filho Nicolas de quatro anos de idade passasse pelo médico por precaução, já que sofreu uma queda. Dona Eloíza Barbosa de Oliveira, que mora na Chácara Santa Cruz, no distrito de Quebra Coco, veio trazer a filha Elaine de 9 anos. Desde o mês passado a médica que trabalhava no posto foi dispensada e as consultas eram só uma vez por semana, as quartas-feiras.