Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 12 de Maio de 2021

Sidrolandia

Com frota própria até dia 18 Prefeitura garante transporte gratuito de 250 alunos

No primeiro dia do esquema, aproximadamente 250 alunos foram transportados com a utilização de seis veículos.

Flávio Paes/Região News

07 de Fevereiro de 2017 - 07:47

A Prefeitura de Sidrolândia iniciou ontem segunda-feira, um esquema emergencial do transporte universitário com a utilização de veículos da frota da Secretaria de Educação. Até o dia 18, o sistema funcionará atendendo gratuitamente os acadêmicos enquanto não é concluído o processo de seleção dos beneficiários da subvenção e contratada a empresa que será responsável pelo serviço.

No primeiro dia do esquema, aproximadamente 250 alunos foram transportados com a utilização de seis veículos, incluindo ônibus, micro-ônibus e até uma caminhonete Hilux que à noite levou quatro acadêmicos que estudam na Universidade Estadual em Maracaju. 

Segundo o vereador Geosafá Pinto da Silva (PMDB), que participa do processo de organização, se a demanda de alunos crescer, a frota será ampliada. Pela manhã são dois ônibus e um micro ônibus que saem da praça às 04h55; no horário do almoço (as 10h30) um ônibus e a noite mais cinco veículos.

Foto: Reginaldo Mello/Região News

Com frota própria até dia 18 Prefeitura garante transporte gratuito de 250 alunos

Vereador Geosafá Pinto da Silva participa do processo de organização.

A inscrição terminou ontem, o prazo de recurso acaba nesta terça-feira e provavelmente quinta-feira sai à relação definitiva daqueles que ratearão a verba mensal de R$ 100 mil disponibilizada. Aproximadamente 650 se inscreveram, 356 foram habilitados na primeira etapa. Eles demonstraram que tem renda familiar de até 3 salários mínimos.

A intenção da comissão encarregada da triagem dos inscritos é contemplar com a gratuidade aqueles sem condições de pagar o saldo remanescente entre os demais que ratearão os custos. O vereador Geosafá acredita que o custo inicial de R$ 310,00, mensal por aluno, possa ser reduzido. “Em Aquidauana, que fica a 150 quilômetros de Campo Grande (Sidrolândia está a 60 km), o custo é praticamente metade deste valor”, observa.