Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 30 de Novembro de 2020

Sidrolandia

Com maior crescimento populacional do Estado, Sidrolândia vai atingir 50 mil habitantes ainda em 2014

Projeção divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE que coloca a cidade em primeiro lugar no ranking estadual de crescimento populacional.

Flávio Paes/Região News

28 de Agosto de 2014 - 20:17

Se mantiver o crescimento populacional dos últimos 12 meses, em dezembro quando estiver completando 61 anos de emancipação, Sidrolândia vai ultrapassar a barreira dos 50 mil habitantes. Projeção divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)  coloca a cidade em primeiro lugar no ranking estadual de crescimento populacional, com 3,5%, um incremento de 1.685 habitantes, elevando a população sidrolandense de 48.072 para 49.757 habitantes, uma média  de 288  novos moradores por mês.

Ou seja, mantida esta progressão, em dezembro a cidade atingirá o cabalístico número de 50 mil habitantes, a colocando no mesmo patamar de Nova Andradina e Navirai, cidades que respectivamente são a 7ª e a 6ª mais populosas do estado, a frente de Sidrolândia que é a 8ª colocada. Atualmente só sete cidades do estado tem mais de 50 mil habitantes.

O maior desafio da cidade, que concentra mais 15 mil moradores na zona rural, é formular e colocar em prática políticas públicas para tornar produtiva boa parte dos 80  mil hectares  em poder de 5 mil famílias  de pequenos agricultores distribuídas em 24 assentamentos, muitos ainda morando em barracos, sem  acesso ao crédito e a  assistência técnica para produzir. São mais de 2 mil estradas vicinais para manter, além do alto custo para levar estrutura mínima de saúde e educação.   

A maioria destes assentados depende para sobreviver vive com o salário mínimo das aposentadorias e dos programas de transferência de renda. Aproximadamente 30% da população recebe bolsa família e mais de metade dos assalariados ganham até três mínimos.  

Chapadão do Sul, a 321 quilômetros da Capital, viu a quantidade de habitantes crescer 3,25%, o segundo maior do Estado. De acordo com o IBGE, a população local passou de 21.257 para 21.948 moradores entre 2013 e este ano. A região tem a economia baseada na produção de soja e algodão e vem recebendo investimentos da agroindústria.

O terceiro maior aumento, de 3,15%, foi registrado por Nova Alvorada do Sul, a 105 quilômetros de Campo Grande. A população local chegou a 19.086 habitantes, contra 18.503 em 2013. A cidade vem recebendo investimentos da usina de etanol e açúcar, que vem investindo para processar 6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano.

Completam o ranking das cidades com crescimento significativo: Sonora (2,87%), de 16.543 para 17.019 habitantes; Terenos (2,59%), de 18.942 para 19.434; Maracaju (2,43%), de 41.099 para 42.104; Corguinho (2,15%), de 5.289 para 5.403; Rio Brilhante (2,15%), de 33.362 para 34.078; e Paraíso das Águas (2,12%), de 4.494 para 5.047.

A população encolheu em 13 municípios de Mato Grosso do Sul, ficou exatamente igual em um e cresceu em 65, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (28) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No entanto, a taxa de crescimento foi expressiva, acima de 2%, em nove cidades do Estado. Antes, o grupo era formado pela Capital (843.120 habitantes), Dourados (210.218), Três Lagoas (111.652), Corumbá (108.1010) e Ponta Porã (85.251).

Perda – Outros 13 municípios perderam habitantes entre o ano passado e 2014. Novo Horizonte do Sul continua perdendo habitantes desde que atingiu o ápice após ser transformada de assentamento em município. Localizada a 329 quilômetros a Capital, a cidade teve redução de 3,03%, a maior queda no Estado, segundo o IBGE, de 4.581 para 4.442 habitantes.

Também perderam habitantes os municípios de: Bodoquena (-0,51%), de 7.979 para 7.938; Brasilândia (-0,16%), de 11.943 para 11.923; Camapuã (-0,13%), de 13.770 para 13.751; Fátima do Sul (-0,10%), de 19.260 para 19.240; Glória de Dourados (-0,16%), de 10.025 para 10.008; Guia Lopes da Laguna (-0,73%), de 10.287 para 10.211; Inocência (0,31%), de 7.711 para 7.687; Jateí (-0,17%), de 4.051 para 4.044; Nioaque (-0,51%), de 14.379 para 14.305; Pedro Gomes (-0,73%), de 7.908 para 7.850; Rio Negro (-0,80%), de 4.989 para 4.949; e Sete Quedas (-0,20%), de 10.876 para 10.854.Destaque curioso é a cidade de Taquarussu, a 332 quilômetros da capital que não obteve aumento no número de habitantes em relação ao ano de 2013.

O ranking populacional do Estado  

Água Clara - 14.210
Alcinópolis - 4.961
Amambaí - 37.144
Anastácio - 24.642
Anaurilândia - 8.801
Angélica - 9.991
Antônio João - 8.612
Aparecida do Taboado - 24.078
Aquidauana - 46.998
Aral Moreira - 11.209
Bandeirantes - 6.759
Bataguassu - 21.463
Batayporã - 11.188
Bela Vista - 24.002
Bodoquena - 7.938
Bonito - 20.825
Brasilândia - 11.923
Caarapó - 28.001
Camapuã - 13.751
Campo Grande - 843.120
Caracol - 5.769
Cassilândia - 21.557
Chapadão do Sul - 21.948
Corguinho - 5.403
Coronel Sapucaia - 14.712
Corumbá - 108.010
Costa Rica - 19.175
Coxim - 33.045
Deodápolis - 12.588
Dois Irmãos do Buriti - 10.880
Douradina - 5.670
Dourados - 210.218
Eldorado - 12.079
Fátima do Sul - 19.240
Figueirão - 3.005
Glória de Dourados - 10.008
Guia Lopes da Laguna - 10.211
Iguatemi - 15.534
Inocência - 7.687
Itaporã - 22.568
Itaquiraí - 19.920
Ivinhema - 22.881
Japorã - 8.429
Jaraguari - 6.779
Jardim - 25.328
Jateí - 4.044
Juti - 6.321
Ladário - 21.488
Laguna Carapã - 6.935
Maracaju - 42.101
Miranda - 26.890
Mundo Novo - 17.773
Naviraí - 50.692
Nioaque - 14.305
Nova Alvorada do Sul - 19.086
Nova Andradina - 50.010
Novo Horizonte do Sul - 4.442
Paraíso das Águas - 5.047
Paranaíba - 41.363
Paranhos - 13.311
Pedro Gomes - 7.850
Ponta Porã - 85.251
Porto Murtinho - 16.340
Ribas do Rio Pardo - 22.803
Rio Brilhante - 34.078
Rio Negro - 4.949
Rio Verde de Mato Grosso - 19.407
Rochedo - 5.205
Santa Rita do Pardo - 7.582
São Gabriel do Oeste - 24.515
Selvíria - 6.441
Sete Quedas - 10.854
Sidrolândia - 49.712
Sonora - 17.019
Tacuru - 10.907
Taquarussu - 3.570
Terenos - 19.434
Três Lagoas - 111.652
Vicentina - 6.020

Mato Grosso do Sul tem 2.619.657 habitantes, conforme estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicado no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (28). Em comparação com a última estimativa de população, de 2013, o estado ganhou mais 32.388 moradores – alta de 1,2%, levando em conta o total retificado pelo órgão em outubro, de 2.587.269.

A data de referência usada é 1º de julho de 2014. Conforme o IBGE, Campo Grande segue como município sul-mato-grossense mais populoso, com 843.120 habitantes, 10.768 a mais que o número retificado divulgado em outubro de 2013.