Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 25 de Maio de 2022

Sidrolandia

Com problemas de saúde, ganhador do Sidro-Pesc vai vender o barco para pagar cirurgia

Nesta sexta-feira, Nilson, que sofre com terríveis dores nas costas está em Campo Grande, onde agendou os exames de risco cirúrgico, etapa que precede a cirurgia

Flávio Paes/Região News

30 de Outubro de 2015 - 13:47

A participação no 1º Festival de Pesca de Sidrolândia (o Sidro-Pesc) foi duplamente satisfatória para o auxiliar de produção da Seara, Nilson Dias de Matos. Além de vencer a disputa capturando um peixe que pesou 2,480 kg, ganhou o maior prêmio (um barco de alumínio), que ele pretende vender e com o dinheiro obtido (em torno de R$ 4 mil), completar o pagamento de uma cirurgia de coluna que custa R$ 15 mil e o plano de saúde só garante cobertura de 70%.

"Esta premiação veio em boa hora, vou conseguir fazer minha cirurgia, que estava na dependência de eu dispor dos R$ 4.500,00, que preciso, para complementar o valor", informa. Muito dinheiro, para quem ganha em torno de R$ 1.200,00 por mês.

Nesta sexta-feira, Nilson, que sofre com terríveis dores nas costas porque que tem quatro hérnias de disco e fratura na coluna, está em Campo Grande, onde agendou os exames de risco cirúrgico, etapa que precede ao procedimento propriamente dito. Depois da cirurgia, provavelmente não terá como voltar a trabalhar na carga e descarga da fábrica de ração onde trabalha há 7 anos.

Nilson, que no domingo, dia do festival, não foi declarado vencedor, ficando com o segundo lugar, acabou assegurando o título com a desclassificação do 1º colocado, João Marcio Amaral, que capturou um exemplar de 2,640 kg, mas a comissão organizadora decidiu anular o resultado porque ele desrespeitou o regulamento da competição: pescou pela manhã (usando a inscrição do filho) e a tarde (com sua própria inscrição).  "Não partiu de mim a denúncia, fiquei sabendo pelo site o que tinha acontecido. Só posso atribuir a Deus esta vitória. Já estava feliz com a premiação do segundo colocado", diz Nilson.