Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 15 de Maio de 2021

Sidrolandia

Com serviço na Rua São Paulo, empreiteira entra na reta final do recapeamento

O recapeamento, uma obra de R$ 3,5 milhões executada pelo Governo do Estado, foi iniciada em setembro do ano passado.

Flávio Paes/Região News

08 de Janeiro de 2017 - 20:26

Até o final desta semana, se o tempo ajudar, a RWM Engenharia, empreiteira contratada pelo Governo do Estado para executar 196 mil metros quadrados de recapeamento, terá concluído a recuperação de 80% da malha viária urbana pavimentada. No sábado o serviço foi feito na Rua Rio Grande do Sul e nesta segunda-feira, está programada a recuperação do asfalto da Rua São Paulo, no trecho entre as ruas Lúcia de Souza Melo e Rio Grande do Norte.

A frente de trabalho chegará nas ruas Santa Catarina e Sergipe. O recapeamento, uma obra de R$ 3,5 milhões executada pelo Governo do Estado, foi iniciada em setembro do ano passado, ficou interrompido em outubro, sendo retomado na segunda quinzena de novembro, quando foram concluídos os 11 mil metros quadrados que restavam para serem feitos no Bairro São Bento, atingindo os 98 mil metros quadrados programados. Nesta etapa o trabalho começou pela Rua Marechal Deodoro, entre a João Marcio Ferreira e a Antonio Correa da Costa. 

Dos 196 mil metros quadrados de recapeamento destinados a Sidrolândia, ao custo de R$ 3,5 milhões, até o inicio de outubro foram feitos 125 mil metros quadrados (em torno de 18 quilômetros). Depois do São Bento, as equipes e máquinas foram deslocadas para o Jardim Jandaia, onde foram feitos 59 mil metros (8,4 km) em ruas transversais na região no entorno do Fórum e do Ministério Público que não foram feitas na primeira etapa do serviço.

O recapeamento

O recapeamento foi iniciado no último dia 10 de setembro, começando pela Rua Espírito Santo, na Vila Tereré, onde foram feitos 9.500 metros quadrados. A etapa seguinte foi no Bairro Pé de Cedro (9.800 metros). Daí as máquinas foram para o Bairro São Bento onde foram executados os já mencionados 98 mil metros. No Bairro Jandaia foram 50 mil metros quadrados e mais 50 mil metros no entorno do Fórum e Ministério Público, onde o asfalto também estava comprometido.

Está sendo aplicado o micro revestimento, um material definido tecnicamente como “composto de emulsão asfáltica modificada por polímeros, agregados britados com granulometria específica”. São aplicadas duas camadas de material e após isto é feito um acabamento do pavimento, seguindo-se a sinalização viária.