Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Comitiva dos Amigos pede apoio a Odilon para transformar entidade de utilidade pública federal

Ao juiz federal Odilon de Oliveira, foi entregue uma relação de assistidos. Ao todo, a Comitiva dos Amigos atende 142 duas pessoas acometidas pelo câncer.

Marcos Tomé/Região News

05 de Agosto de 2013 - 08:44

A empreitada encapada pela direção da Comitiva dos Amigos de Sidrolândia não se resume em garantir à instituição a titulação de utilidade pública estadual, como se pleiteia junto ao governo do Estado. Agora, se almeja também o reconhecimento do governo federal e com isso, estar apta a receber doações do Poder Judiciário, das pequenas causas, por exemplo.

A discussão no âmbito estadual foi iniciada ainda na primeira quinzena do mês de maio deste ano quando a diretoria da entidade levou em mãos, acompanhado do vereador Nelinho Paim, documentação para respaldar o projeto de lei parlamentar ao deputado estadual Paulo Correa (PR) que depois de aprovado em plenário e sancionado pelo governador André Puccinelli, tornará a entidade, de utilidade pública estadual.

Odilon de Oliveira

Com intuito de que o juiz federal Odilon de Oliveira, possa ajudar na celeridade do processo usando sua influencia, foi-lhe entregue um envelope contendo todas as informações a cerca do assunto bem como relação de assistidos. Ao todo, a Comitiva dos Amigos atende 142 duas pessoas acometidas pelo câncer.

Eles querem obter o mesmo reconhecimento no plano federal. Desde 2006 a entidade possui o reconhecimento de utilidade pública municipal, agora vai se habilitar a obter recursos estaduais, via Fundo Estadual de Assistência Social, de emendas parlamentares, além do governo federal.

Hoje a Comitiva tem o apoio da Prefeitura, que custeia o aluguel da sede, o salário de um funcionário, além da subvenção de R$ 15 mil mês. Apesar de autorizada pela Câmara Municipal, Arruda alega que ainda não discutiu com o prefeito Ari Basso (PSDB) os tramites do repasse. “Até agora ainda não foi repassado à instituição este valor. O prefeito nos disse que vai agendar uma reunião para tratar do assunto”, afirma.

O recurso será gasto na manutenção e custeio das despesas com os assistidos que recebem todo apoio necessário para o tratamento da doença como; palestras de auto-estima, atendimento psicológico e suporte para tratamento  médico-hospitalar.

Utilidade Pública

O título de Utilidade Pública garante às entidades, associações civis e fundações o reconhecimento como instituições sem fins lucrativos e prestadoras de serviços à sociedade. Entidades sem fins lucrativos são aquelas capazes de reverter em finalidades estatutárias ou em manutenção e expansão do próprio negócio todos os lucros obtidos em atividades comercial, industrial e de serviços desenvolvidos por ela.