Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Conselho Nacional abre sindicância para investigar promotor em MS

Conforme a portaria 129, publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, a comissão sindicante será formada por três promotores do Rio Grande do Sul.

Campo Grande News

30 de Setembro de 2013 - 13:10

O CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) vai investigar a atuação do promotor Edival Goulart Quirino, lotado em Bataguassu.

A sindicância foi instaurada para apurar uma série de denúncias: irregularidades de cunho processual, celebração de acordos irregulares, prática de regime diferenciado de trabalho, existência de patrimônio incompatível com sua renda, utilização de veículo oficial para fins particulares, ausência da comarca onde atua por mais de trinta dias, concessão de pensão alimentícia à esposa e à genitora com o intuito de fraudar o fisco, além de apurar se participa irregularmente de sociedade empresarial e fatos conexos.

Conforme a portaria 129, publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, a comissão sindicante será formada por três promotores do Rio Grande do Sul.

O prazo de conclusão dos trabalhos é de trinta dias. A decisão foi tomada após um processo de reclamação disciplinar, que tramitou sob sigilo. A portaria é assinada pelo corregedor nacional do Ministério Público, Alessandro Tramujas Assad.