Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Sidrolandia

CPI da Saúde em MS realiza oitiva em Ponta Porã na próxima segunda-feira

A oitiva vai acontecer a partir das 14h no auditório da Prefeitura Municipal.

Assessoria

02 de Agosto de 2013 - 15:40

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa que investiga possíveis irregularidades nos repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) para 11 municípios de Mato Grosso do Sul estará na próxima segunda-feira (5) na cidade de Ponta Porã. A oitiva vai acontecer a partir das 14h no auditório da Prefeitura Municipal.

Na ocasião, os deputados vão ouvir o atual Secretário Municipal de Saúde e Diretor Interino do Hospital Regional de Ponta Porã, Eduardo Santos Rodrigues, o ex-Secretário Municipal de Saúde, Josué da Silva Lopes, a Coordenadora do Conselho Municipal de Saúde, Estelita Aparecida Ajala e a ex-Coordenadora do Conselho Municipal de Saúde, Nelci Ribeiro de Andrade.

A ida à Ponta Porã foi deliberada na reunião extraordinária de ontem, quando os deputados ouviram o diretor-presidente do Hospital do Câncer, Carlos Alberto Moraes Coimbra, e o ex-presidente do Conselho Estadual de Saúde, Florêncio Garcia.

Requerimento

Na reunião extraordinária de ontem (1) lideranças da Frente Estadual em Defesa da Saúde Pública entregaram ao deputado estadual Amarildo Cruz (PT) requerimento solicitando a reconvocação da ex-secretária Beatriz Dobaschi, e a convocação do médico Adalberto Siufi e do governador André Puccinelli, para depor na Comissão Parlamentar da Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT), presidente da CPI da Saúde em MS, recebeu o requerimento e afirmou que irá deliberar as convocações juntamente com os outros integrantes da Comissão. “É importante essa participação popular, pois a CPI da Saúde é das pessoas. Já ouvimos a Beatriz Dobaschi e se for necessário vamos reconvocá-la. O médico Adalberto Siufi foi convocado, mas devido a uma viagem ao exterior pediu para ser ouvido após seu retorno ao Brasil, que vai acontecer na segunda quinzena deste mês. Em relação ao governador, vamos discutir o assunto com os outros deputados”, falou.

Também foram ouvidos pelos parlamentares os ex-integrantes da Junta Interventora da Santa Casa de Campo Grande, Antonio Lastória, Nilo Sérgio Laureano Leme e Issan Moussa, o diretor-presidente do Hospital do Câncer, Carlos Alberto Moraes Coimbra, e o ex-presidente do Conselho Estadual de Saúde, Florêncio Garcia, além de gestores e conselheiros municipais de saúde nas cidades de Dourados, Coxim e Aquidauana.