Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Setembro de 2021

Sidrolandia

Cresce demanda por capacitação ao cultivo de eucaliptos em MS

Segundo o instrutor do Senar, Ramiro Juliano da Silva, a procura pela capacitação indica o crescimento da atividade da eucaliptocultura no Estado

Famasul

16 de Setembro de 2013 - 15:36

Mato Grosso do Sul vive um período de franca expansão da eucaliptocultura. Na última década, o Estado teve a área plantada de eucalipto aumentada de 90 mil para quase 500 mil hectares. Devido a esse fator e por ser uma atividade rentável, cresce a procura por especialização por parte de produtores, trabalhadores rurais e pessoas interessadas em iniciar o cultivo de eucalipto. Para atender a demanda, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS – Sistema Famasul) oferece o curso gratuito de Cultivo de Eucalipto, em Rio Verde, entre 17 e 18 de setembro.

Segundo o instrutor do Senar, Ramiro Juliano da Silva, a procura pela capacitação indica o crescimento da atividade da eucaliptocultura no Estado. “A colheita do eucalipto acontece de seis a sete anos após a plantação. Na primeira colheita, o produtor consegue pagar as despesas com lucro de 10%. A partir das próximas colheitas, o lucro sobe para até 70%”, destaca.

Outro elemento que contribui para o desenvolvimento da eucaliptocultura é a flexibilidade de adaptação ao solo e clima. “O cone, tipo de eucalipto mais cultivado no Brasil, é considerado ‘multiuso’ e não é muito exigente, pois se adapta a qualquer tipo de clima e a solos arenosos ou com boa fertilidade”, detalha.

O curso de Cultivo de Eucalipto será realizado no Sindicato Rural de Rio Verde e abordará tópicos como legislação das propriedades, reserva rural e Área de Preservação Permanente (APP). Nas 16 horas de capacitação, os participantes aprenderão a fazer cálculo sobre quanto irão produzir e qual valor dos investimentos, além de pesquisas de mercado.

O instrutor ressalta a importância dessa capacitação do Senar para que Mato Grosso do Sul continue se desenvolvendo no cultivo de eucalipto. “O curso tem como maior objetivo capacitar os participantes a produzir madeira de qualidade e investir na rentabilidade, seja para a produção de celulose, madeira ou carvão”, aponta.

Além do curso de Cultivo de Eucalipto, o Senar oferece ainda mais 83 na semana de 16 a 21 de setembro. Acontece ainda nas cidades de Tacuru, Anaurilândia e Ponta Porã, o Programa Negócio Certo Rural, que contribui para a melhoria da gestão de propriedades rurais, tendo como foco central, o empreendedorismo.

Destaque para o curso de Inseminação Artificial, que será realizado em Anastácio. A capacitação acontece de 16 a 20 de setembro e abordará noções de anatomia, fisiologia e procedimentos seqüenciais do processo de inseminação. Conheça o calendário de cursos do Senar/MS através do site www.senarms.org.br, pelo Facebook www.facebook/senarms ou ligando no telefone 3321-9700.

Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do Estado.

O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.