Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Cúpula do PT cobra de Daltro manutenção de cargos do partido

Parlamentares lembraram a Daltro que o PT integrou o conjunto de forças políticas que ajudaram na sua reeleição em 2008

Marcos Tomé/Região News

16 de Dezembro de 2010 - 09:30

Algumas das principais lideranças regionais do PT, o senador Delcidio do Amaral e os deputados federais Vander Loubet e Antonio Carlos Biffi, já solicitaram por telefone ao prefeito Daltro Fiúza (PMDB) que reveja sua decisão de demitir todos os secretários e ocupantes de cargos em comissão indicados pelo partido, como medida de retaliação ao vereador petista Jean Nazareth que se aliou ao PDT e a oposição do PSDB, e se elegeu presidente da Câmara, derrotando a candidata indicada pelo prefeito, Roberta Stefanello.

Os parlamentares, alguns diretamente,  outros por meio de assessores , lembraram a Daltro que o PT integrou o conjunto de forças políticas que ajudaram na sua reeleição em 2008,  tendo como contrapartida,  a garantia de que quadros do  partido participariam da sua  administração.

Na interpretação destas lideranças os cargos não são do vereador Jean, mas do partido que não teve nenhuma participação no processo eleitoral para escolha do novo presidente da Câmara. O Ex-secretário de Assistência Social, Marcio Marqueti é ligado politicamente ao senador Delcídio do Amaral.

Já os dois secretários, de Administração e Desenvolvimento Rural, são de cota do PT, porém, indicados pelo vereador Jean. Além dos três secretários demitidos (de Administração, Desenvolvimento Rural e Assistência Social), uma possível exclusão radical de petistas da prefeitura, resultaria na demissão de pelo menos 60 pessoas, com salários entre R$ 800,00, as funções de menor escalão, até R$ 5,5 mil, caso dos integrantes do primeiro escalão.

O prefeito Daltro Fiúza tem um longo histórico de ligação política com o PT. Tanto assim que embora seja do PMDB, na última eleição, apoiou claramente a reeleição do senador Delcídio do Amaral; declarou voto na candidata Dilma Roussef (contrariando o governador André Puccinelli,que é do seu partido) e abriu espaço para segmentos do seu grupo político trabalhar pela reeleição dos deputados petistas Antonio Carlos Biffi e Vander Loubet. 

Biffi, Vander e Delcídio são os parlamentares federais que mais destinam recursos do orçamento da União para obras em Sidrolândia. Uma/> das maiores obras que a atual administração está prestes a entregar, o Centro de Educação Infantil do Bairro, Cascatinha, foi viabilizada por meio de emenda do deputado Biffi.